Caesar Park São Paulo: requinte no bairro da Vila Olímpia

 
Caesar Park São Paulo - Faria Lima em dia sem vento: complexo abriga dois hotéis, academia e grande espaço para eventos
(fotos: Chris Kokubo)
O Caesar Park São Paulo tinha uma tarefa nada fácil quando foi inaugurado na Vila Olímpia. Precisava levar para o novo endereço todo o glamour que o envolvia nos seus velhos tempos de rua Augusta.

 

Ícone da hotelaria paulistana, o Caesar Park, quando próximo à avenida Paulista, fez história. Da sua inauguração, em 1976, ao fechamento, em dezembro de 2003, foram 27 anos de encontros e desencontros pelo lobby, restaurante, bar e pelas UHs.

 

O hotel que marcou o início da hotelaria de luxo da região da Paulista foi reinaugurado como Caesar Park São Paulo - Faria Lima em agosto de 2004 na rua Olimpíadas, na Vila Olímpia. O Hôtelier News conferiu os serviços e instalações do hotel e constatou que o endereço mudou, mas o requinte permaneceu.

 

* Por Chris Kokubo

 
130 UHs divididas em 18 pavimentos
 

O complexo Continental Square Faria Lima, além do Caesar Park, abriga o Caesar Business Faria Lima, um grande centro de convenções - utilizado pelos dois hotéis -, uma unidade da academia Reebok e uma torre de escritórios. O complexo está em um bairro conhecido por suas inúmeras baladas e empreendimentos corporativos, uma região que vem crescendo na paisagem paulistana.

 
  A entrada do Caesar Park ao lado da entrada da Reebok Sports Club
 
O lobby em dois momentos: manhã e noite
O alto pé direito do lobby recebe os visitantes, que se hospedam principalmente a negócios. “Oferecemos 130 UHs divididas em 18 andares. Americanos e europeus são responsáveis por 50% da nossa ocupação e os outros 50% são de executivos principalmente do Rio e do Sul do Brasil”, explica Claudia Coelho, gerente geral do hotel.
Cadeiras giratórias decoram o lobby
Vistas do mezanino, formam um desenho interessante
O dourado dos carrinhos tem um efeito especial à luz do flash
 

 

Com diária média de R$ 395 e taxa de ocupação na casa dos 52% em janeiro, a meta de Claudia em 2008 é aumentar os índices em 20% e 15%, respectivamente. “Falta muito para o mercado de São Paulo chegar a uma tarifa compatível com os serviços que oferecemos. Mas, ano a ano, vamos melhorando”, comenta a gerente.
  Vitrine da joalheria Amsterdam Sauer, localizada no lobby
 
 
Telefone, folhetos de atrações em São Paulo, periódicos e publicidade dos hotéis Caesar Park estão espalhados pelo térreo. Orquídeas embelezam a entrada

 

Além do complexo para eventos, a única parte comum do Caesar Business e do Caesar Park é a administração. Controladoria, gerências, marketing e vendas têm salas em um dos dois hotéis, o que não atrapalha a operação, garante Claudia: “São dois hotéis independentes. As duas equipes operacionais não se misturam. A vantagem é que, se precisamos aumentar a equipe, podemos fazê-lo sem dificuldade. Não é comum, mas pode ser feito. É um diferencial que temos.”
Uma prateleira em vidro cheia de vasos vazios é uma solução bonita que separa os ambientes do lobby e do bar. Ao fundo, a recepção  A prateleira vista por inteiro. Protegendo os elevadores, a criativa divisória de bolinhas de vidro O bar do lobby visto pela divisória de bolinhas

O restaurante Galani é o que serve os hóspedes do Caesar Park. Com cozinha francesa, é comandado pelo chef Dominique Fuhrer e, desde o final de 2006, conta com a consultoria de Erick Jacquin, responsável pelo menu, que deu uma nova cara à gastronomia do hotel.

 
 
O Galani tem acesso pelo lobby ou pela rua. Os lustres de pratos são da recifense Janete Costa, assim como toda a decoração do Caesar
 
 
O dia mal amanhece e o café da manhã já começa a ser servido
Algumas ações foram implantadas para aumentar a presença de passantes. Entre elas está o Galani's Friday, que traz às sextas-feiras um dueto de jazz do meio-dia às 15h. O almoço de quatro tempos que sai por R$ 62 nos dias de semana, às sextas custa R$ 75. “As pessoas ficam mais tempo, almoçam com mais calma e aproveitam o jazz”, explica Claudia.
 
 
Almoçamos por lá em uma quinta-feira. Muzzarela de cabra na salada, salmão e purê de mandioquinha como prato principal e duas opções saborosas na sobremesa: ao fundo, sobert de framboesa e no prato, a sopa de frutas ao chá perfumado  O jantar começa com amuse bouche de tomate, muzzarela e manjericão, Salada de aspargos e cenoura ao molho mostarda, e Salada de carpaccio de salmão defumado com ervas frescas   Risotto de funghi porcini e Penne aos frutos do mar são algumas das opções de prato principal à noite
 

Desde o ano passado, o Grupo Posadas, que administra o Caesar Park, tem uma parceria com o Instituto Paul Boccuse, da França, pelo qual são realizados intercâmbios de profissionais em programas de estágio ou trainee. Com seis meses de duração, o projeto já trouxe um aluno francês, já enviou uma brasileira e atualmente conta com a presença de Eduardo Díaz Sánchez, mexicano de 26 anos que estuda no Instituto e veio aprimorar seus conhecimentos em São Paulo. “Passei pelo Sofitel e alguns outros hotéis de Paris e posso dizer que o Caesar Park São Paulo é muito bom. Tenho aprendido bastante”, afirma.
Claudia Coelho, gerente geral, e o mexicano Eduardo Díaz Sánchez, em intecâmbio no Caesar Park por meio do Instituto Paul Boccuse
São cerca de 105 colaboradores que dão conta do recado no hotel, muitos deles vindos do antigo Caesar Park da rua Augusta. A própria Claudia é uma delas. No Grupo Posadas há sete anos, ela estava no hotel no seu último dia de funcionamento.
Claudia entrou para o grupo mexicano em 2001, no Caesar Park & Business International Airport, em Guarulhos. De lá, passou pelos Caesar Business Nova Lima e São José dos Campos e em seguida, pelo Caesar Park da Augusta.
 
O estudante de Turismo Guilherme Ghirardello tem 20 anos e está há quatro meses como mensageiro do hotel. Paula Lee, conhecida como Miyuki, está no Caesar Park desde sua abertura, em 2004. Já Carolina Gomes Rezende chegou há três meses 
Assim que o hotel foi fechado, Claudia embarcou para o México, onde fez o programa de trainee do Posadas. Em dois anos atuou em quatro hotéis, além de realizar a abertura, como gerente geral, de um empreendimento da rede em Poza Rica.
Ana Cristina Taliberti é concierge e o estudante do Senac, Gabriel Novaes, mensageiro. Ambos estão no hotel há três meses
A equipe do jantar: Wilson da Silva Barreto, Jardel Silva, o barman Paulo Sérgio, e Renato Marinho. Todos há pelo menos dois anos no hotel. Essa equipe está sob a batuta de Claudia Coelho
De volta ao Brasil, participou da abertura de mais duas unidades e desde janeiro de 2007 assumiu a gerência dos dois hotéis na Vila Olímpia. "Foi diferente me adaptar a duas operações, dois prédios. O trabalho é dobrado", afirma a jovem gerente.

 
Chocolate, beijinho, bicho-de-pé, cajuzinho brilharam aos olhos quando chegamos à suíte
Ficamos em uma das Suítes Master, que tem dois ambientes separados por uma porta de correr. De um lado, sofás, mesa de trabalho/refeição e um banheiro...
 
...do outro, a grande king size e outro banheiro
 
 
Quatro cliques do banheiro
 
São 46 UHs desse tipo, 11 Suítes Junior e 73 Deluxe. Há dois apartamentos adaptados para deficientes físicos
 
Guia de São Paulo e frutas frescas também nos esperavam
 
As Suítes Junior até parecem um pequeno apartamento. Dois ambientes totalmente separados e dois banheiros
Sobre o mini-bar, uma gaveta traz opções de aperitivos
 
Mais arte de Janete Costa nos corredores
Eventos
A área de eventos conta com dois espaços diferentes. Um deles, no mezanino, oferece seis salas de 38m² a 68m² com mais três estações de trabalho que servem como escritório. O outro, no térreo e em outro ambiente, apresenta espaços que recebem até 800 pessoas em formato de auditório. É esta área que serve aos dois hotéis.
 
 
No mezanino, a área de eventos com seis salas. Um corredor interliga esta área diretamente ao mezanino do Caesar Business
  
Cocares enfeitam as paredes
E o centro de convenções, que tem entrada exclusiva pela rua
O bairro da Vila Olímpia tem mostrado um grande crescimento nos últimos 30 anos. Galpões industriais e alagamentos estão dando lugar a prédios comerciais, bons restaurantes e muitas danceterias e bares. A mudança começou principalmente com a chegada das avenidas Juscelino Kubitschek e Hélio Pellegrino, que levaram escritórios para a região.
Em breve as obras da avenida do hotel devem ser concluídas
O bairro ainda tem potencial de crescimento e as obras não terminaram - a avenida em frente ao hotel é prova disso. O Caesar Park São Paulo - Faria Lima está no coração deste novo pólo de negócios e continua a fazer história na capital paulistana.

 

Serviço

Caesar Park São Paulo - Faria Lima

Rua Olimpíadas, 205

Vila Olímpia, São Paulo, SP

04551-000

0800-55-7275

55 11 3049-6666

www.caesar-park.com

 

* A reportagem do Hôtelier News se hospedou no Caesar Park São Paulo - Faria Lima a convite do hotel.

Comentários