Chef Juarez Junior, do Best Western Arpoador, pensa gastronomia com "responsabilidade"

Joarez JúniorJunior está na Nobile Hotéis desde o início do ano

Há quase dois meses no portfólio Nobile Hotéis, o Best Western Arpoador realizou sensíveis mudanças na condução da sua oferta gastronômica. As modificações vieram com a chegada do chef Juarez Junior, que, contratado no mês passado, “proibiu” produtos industrializados na cozinha.

Carioca de 32 anos, o chef atua na companhia hoteleira desde o início do ano. Antes de chegar ao restaurante Maia's, do BW Arpoador, passou pelo Gran Nobile Barra (antigo Sheraton Barra Rio de Janeiro), que receberá reforma de R$ 6 milhões

Em entrevista à reportagem do Hotelier News, Junior comenta que, antes de ingressar na hotelaria, formou-se em Logística, área na qual atuou por pouco tempo. A cozinha até então era um hobbie, que virou profissão em meados de 2016. Dedicado ao novo ofício, especializou-se no Senac Campo Grande, na zona Oeste da capital fluminense, dando largada à trajetória na área gastronômica. "Quando surgiu a oportunidade de começar a trabalhar com cozinha, não pensei duas vezes. Estava desempregado e, como já gostava de cozinhar, juntei os dois fatores e me dediquei ao máximo", lembra.

Em 2017, atuou como estagiário num restaurante italiano do Rio de Janeiro. Nesse período, comenta, absorveu muito conhecimento. Sua outra experiência de estágio foi no espaço para eventos Lajedo. "Dormia e acordava pensando em como melhorar. Além de trabalhar fixo nesses locais, fazia eventos sociais simultaneamente, como festas", conta.

Hoje, Juarez Junior comanda sete pessoas em sua equipe e opta por um estilo de gastronomia contemporânea. 

Juarez Junior: gastronomia por amor

"A gastronomia têm de ser leve", filosofa o profissional. Junior faz questão de ressaltar a regra principal de não utilizar produtos industrializados nos pratos que prepara, trabalhando com o que chama de "pegada natural". 

"O alimento deve ser tratado com leveza e amor, pois só assim eu consigo alcançar o desempenho perfeito", pontua. O chef revela que, depois de começar a trabalhar em sua posição atual faz tudo com mais vontade. “Vejo essa função como uma busca constante por superações e enxergo que, para o mercado hoteleiro, a área de A&B é muito importante. Um hotel bem estruturado nisso, certamente deve ter uma boa receita", finaliza.

(*) Crédito da foto: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários