Claudio Goldman volta a se apresentar no Hotel Toriba

hotel toriba- claudio goldmanO músico fará duas apresentações em Campos do Jordão no final de semana

O músico Claudio Goldman fará sua terceira apresentação no Hotel Toriba (SP), dando continuidade à programação do projeto Toriba Musical. No próximo final de semana serão duas apresentações: no sábado (5), às 19h, na Sala da Lareira, e domingo (6) às 11h da manhã, no Auditório Claudio Santoro.

Em ambas as apresentações Goldman fará o espetáculo “Amor e Humor através dos Tempos”, cantando e tocando canções de diferentes épocas com paródias e interpretações originais. “Insensatez”, de Antonio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes é uma das músicas que será reproduzida em sua versão original. Entre as paródias escritas pelo cantor e pianista está “Elas são rápidas”, inspirada na ária “La donna è mobile”, da ópera de Rigoletto, de Verdi.

A primeira apresentação do músico no Toriba Musical aconteceu em maio e, em setembro, Goldman voltou a cantar e tocar no empreendimento localizado em Campos do Jordão. 

Hotel Toriba: o músico

Cantor, pianista, versionista e produtor, Goldman nasceu em uma família de músicos: pai formado em violão clássico, mão cantora e professora de violão e avô violinista. Hoje, com 57 anos, começou a estudar música aos três. Passou a tocar bateria aos sete e, aos 12, descobriu a paixão pelo piano. Aos 18 anos passou a estudar canto, com Helly-Anne Karam. E pouco depois deixou a Faculdade de Economia na PUC para cursar Composição e Regência na Unesp e na FAP-Arte.

Depois de fazer shows desde 1986, profissionalizou-se em 1990, deixando um emprego em banco para viver de música – gravando jingles, fazendo shows por todo o Brasil e participando de festivais. Em 1991, cantou durante oito anos no casino Estoril, Portugal. Em 1997 tornou-se Chazan (cantor litúrgico judaico) do Clube A Hebraica, permanecendo na função por nove anos. Em 2010, e novamente em 2019, apresentou-se no Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Em 2018 lançou o CD "Versão Brasileira", disco com 15 faixas que dialogam entre a música clássica e a música brasileira. Nele, "consegui juntar duas paixões, a música brasileira e a música erudita, num clima de total prazer e liberdade!", diz Goldman.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Hotel Toriba

 

Comentários