Com fluxo de visitantes em crescimento, mercado britânico divulga novas atrações

mercado britânico - turismoQueda da libra por conta do Brexit contribuiu para a alta no turismo

O fluxo de visitantes internacionais no mercado britânico somou 40,3 milhões de visitantes estrangeiros em 2017. O resultado recorde representou uma alta de 4,6% frente aos 38,5 milhões do ano anterior, informa a consultoria GlobalData. Na avaliação da empresa, a queda da cotação da libra frente a inúmeras divisas por conta do Brexit foi um o principal motivo da expansão.

“A queda da libra aumentou o fluxo tanto de viagens de lazer, como de negócios, especialmente de viajantes europeus”, observa Konstantina Boutsioukou, analista de Hábitos de Consumo na GlobalData. “O volume de turistas de países europeus como Alemanha, França, Espanha, Irlanda e Romênia cresceu constantemente. Já o número de viajantes dos EUA e da Austrália também experimentou acelerada expansão”, completa.

Ofertas no mercado britânico

Com o número de turistas crescendo, o trade turístico britânico tenta diversificar a oferta de produtos e serviços. O mesmo fazem destinos locais, que estão introduzindo temas para promover suas principais atrações. “O Visit Scotland, por exemplo, criou a campanha 'Ano dos jovens. O país está promovendo eventos, festivais e sugestões de passeios para esse público, mas também para quem é ‘jovem de coração’”, explica Konstantina.

O órgão de promoção turística da Irlanda lançou a campanha Wild Atlantic Way. A ideia é promover as atrações de sua costa e de outras seis regiões do país. Já o País de Gales celebra “O Ano do Mar”, focando na divulgação de três novos roteiros na região costeira, que tem lindos castelos.   

“Brexit e o seu impacto no mercado britânico estimula o desenvolvimento de novas opções de turismo no Reino Unido. Nesse bojo, atrações ligadas ao ecoturismo e ao turismo de aventura devem ganhar destaque”, aposta Konstantina.

(*) Crédito da foto e da capa: Elionas2/Pixabay

Comentários