Conferimos por que o Crowne Plaza Belém é o melhor da cidade

Entrada da Suíte Master do Crowne Belém (fotos: Karina Miotto)
O táxi estaciona em frente ao Crowne Plaza Belém. Mal pago o motorista e a porta é aberta. Olho para o meu lado direito e sorrio de volta para um simpático mensageiro. É sábado, ainda de manhã, mas o sol nesta cidade a essa hora do dia já nos lembra que estamos dentro de uma floresta tropical.No lobby, sou atendida pelo recepcionista pleno Marcelo Silva, que espera primeiro minha ida até o quarto para depois me acompanhar em um passeio pelo hotel, que tem quatro anos e que, desde então, é considerado pelo Guia Quatro Rodas o melhor da capital do Pará.
O tradicional logo da marca pertencente ao InterContinental Hotels Group
Por Karina Miotto*
Lobby do hotel: espaço para leitura de diversos jornais locais
Mesanino, do lado de fora: mesas e vista para a avenida Nazaré
Por dentro
São 173 unidades habitacionais subdivididas em cinco categorias: Standard, Deluxe, Suíte Júnior, Club Room e Master. As camas são king size, queen ou aquela conhecida como "cama de viúvo", bem maior do que as de solteiro habituais.
Dormi nessa aqui. O quarto é grande e tem aquele ar de confortável
                                     Para quem quer trabalharTodos os quartos possuem mesa, conexão wireless, telefone, cofre, frigobar, TV de tela plana com canais a cabo. Como o público alvo é o business (embora eu recomende este hotel para umas boas férias), no closet encontramos ferro e tábua de passar roupas para garantir o paletó impecável. No banheiro, eis as usuais amenidades, toalhas enormes e fofas e uma ducha cuja potência do jato d'água é capaz de relaxar o mais estressado dos homens.
Cabides, roupão, táboa de passar e ferro: facilidades para quem chega a trabalho
Essa ducha...
Espelho na parede para aumentar ainda mais o espaço do quarto
Vimos esta mesinha em outra suíte
A suíte master parece um apartamento de classe média alta. Entramos, vemos uma sala, lavabo com flores na pia, mesa de escritório rodeada de quadros com fotos em preto e branco tiradas na natureza, um sofá, mesa de centro, quarto cuja cama vem lotada de travesseiros, ofurô em meio a plantas e vasos regionais, varanda com piscina, coqueiros e - não acabou - uma bela vista panorâmica, de onde dá para ver a Baía do Guajará e as árvores da Amazônia ao fundo. Quem mais se hospeda lá é a Fafá de Belém.
Perfeitamente compreensível porque a diária custa quase 1.500 reais
O outro lado da mesma sala
Trabalhar aqui deve ser bom, a julgar pela disposição de infraestrutura
Arranjo de flores na mesa "de jantar" da suíte
A decoração joga de preto e branco
Tem até poltrona de couro, voltada para a TV
Lugar romântico, não?
E com vista panorâmica (mais uma!)
Abrindo a janela da sala, olha só o que encontramos
                                Bem vindos a Belém do Pará!
Mais uma vista da cidade
Em Belém, a arquitetura modern mistura-se com a centenária
                                   Close da piscina privativa O hotel possui salão de eventos com quatro salas moduláveis que, juntas, têm capacidade para 600 pessoas, sem contar outras duas, menores, para dez. O lugar vira e mexe é palco de festas de 15 anos e casamentos. “Vemos as noivas passando, pegamos o nervosismo dos pais, a gente tenta acalmar. É sempre assim”, conta calmamente o simpático Silva que, daqui quatro anos, planeja ser gerente de recepção.
               Marcelo Silva passeou comigo por pelo menos uma hora O Crowne tem andares executivos do 13º ao 15º andar, que funcionam como uma área vip. Quem se hospeda lá tem alguns mimos como, por exemplo, a chance de tomar café da manhã (com menos itens) em um restaurante privativo que, durante a tarde, também serve brunch.Como ninguém é de ferro e relaxar também é preciso, o hotel oferece a todos os hóspedes uma piscina pequena (de frente para outra vista panorâmica), academia de ginástica (que tal correr mirando a Baía?) e sauna a vapor. Lá tem bar, para quem quiser beber ou petiscar.
Esta é outra piscina. Já saímos da suíte master
Aqui as pessoas tomam sol, batem papo. E, de novo, repare na vista
 Área onde fica o bar, perto da piscina
A vista aqui também é boa!
Para quem gosta de "pegar peso", a academia oferece algumas opções
Correr olhando para a Baía do Guajará dá vontade de: ou correr mais ainda, ou aproveitar o embalo e ir até a baía curtir essa vista mais de perto
Falando nisso, não podemos visitar um hotel sem provar as delícias de seu restaurante. O Bacalá tem buffet, pratos a la carte e, aos sábados, feijoada com música ao vivo. Itens do room service variam entre sopas, saladas, frios e até casquinha de caranguejo, além de sanduíches e massas. Se quiser incrementar um pouco mais a refeição, pode apostar no Nhoque do Crowne, feito de mandioquinha e servido ao molho de carne seca. Para uma opção mais light, nada melhor do que experimentar uma certa comida regional. Vá de peixe grelhado, acompanha legumes e arroz branco.
 Este é o famoso "bolo podre", feito de tapioca e leite de coco. Fantástico.
 Este bolo também estava uma delícia. Castanhas por cima.
Prato de frutas no café da manhã
Mais um pouco do que é servido lá na hora do café
 
Para quem quer tapioca feita na hora. Dá para escolher os ingredientes
Miligran Mendes, supervisor de A&B, também bastante atencioso
Bem vindo ao Bacalá
Bom, será que acabou? Ainda não. O Crowne também tem agência de viagens e uma loja em frente a qual tive a felicidade de ler um cartaz enorme informando aos visitantes sobre a venda de camisetas feitas de garrafas de plástico (pet). Este sim, um souvenir e tanto. Mostra que, com criatividade, é possível melhorar a vida neste planeta.Antes de terminar, vou contar uma história. Sábado à noite, eu queria encontrar uma padaria específica, mas não lembrava exatamente a localização dela. Lá vende um doce que nunca comi igual em nenhum lugar. Era mais ou menos 21h. Quando me viram sair, os seguranças aconselharam: melhor ir acompanhada. Sem que desse tempo de eu responder, um dos mensageiros do turno da noite já estava do meu lado.
Caminhamos algumas boas quadras até encontrar o doce que meu cérebro não parava de me lembrar que existia. Durante este tempo, filosofamos sobre coisas da vida. Fiquei impressionada com sua boa vontade e paciência. Ele me disse que ama sua profissão intensamente: "tenho orgulho em ser mensageiro". Só não aparece nesta reportagem porque pediu, gentilmente, para ficar no anonimato.
A arte de Odair Mindelo está estampada no lobby: referência ao Sírio de Nazaré e...
 
                          O Teatro da paz, na Praça da República
 
Baía do Guajará (foto: skycrapercity.com)
 
Nos arredores do Crowne
O Crowne Belém fica super bem localizado (avenida Nazaré), em
uma região nobre, no chamado "centro financeiro e gastronômico" da cidade. De lá, hóspedes podem sair para conhecer
a cidade a pé mesmo.
Caminhar por lá é super agradável. Estamos na região de Belém onde as ruas são permeadas das famosas mangueiras centenárias, com calçadas largas. Como o sol é o companheiro de todos os
dias, outra vantagem do bairro é que nas redondezas a sombra é garantida.
Além de ser bonita, a região também tem vários estabelecimentos comerciais onde é possível conhecer um pouco do melhor de Belém.
De padarias a pubs, em alguns minutos, partindo a pé do Crowne Plaza, é possível conhecer muitos lugares interessantes.
Conversamos com Ariane Mathne, gerente geral, e ela nos deu algumas dicas.
HN: Quais atrações você indica para os hóspedes, nas cercanias do Crowne? Ariane: Temos vários lugares interessantes. O Pub mais tradicional da cidade, Cosa Nostra, fica a uma quadra do hotel, na avenida Brás de Aguiar. Sempre tem música ao vivo. A melhor padaria das redondezas é a Armazén Santo Antônio, onde encontramos de pães a sushi. Tudo de extremo sabor e bom gosto. Em matéria de compras temos lojas desde MMartam até as de calçados e confecções, com preços variados.
HN: Algum restaurante em especial? Ariane: Um restaurante bem interessante é o Benjamin, a apenas 50 metros do hotel, na rua Benjamin Constant. E para quem gosta de comida internacional com toque Francês (o chef é parisiense), a dica é o San Paolo, onde a vitrine é a cozinha do restaurante, depois as mesas. Com requinte, sem ser caro!
HN: E em relação às praças da cidade? Ariane: Perto do Crowne existem duas praças belíssimas.
Aliás, Belém é cidade de belas praças .A Praça da República, na avenida Presidente Vargas, tem o majestoso Teatro da Paz. Tem também a praça Batista Campos. Ambas possuem pontes, lagos, estátuas e belíssimos coretos de ferro trazidos da Inglaterra.
Praça da República e seu corredor de mangueiras centenárias
(foto: flickr.com)
Praça da República vista de cima (foto: nickmartins.com)
  Mercado Ver-o-Peso (foto: tropicalisland.de)
Serviço Crowne Plaza Belém Av. Nazaré, 375 - Centro Belém - Pará Tel.: 91 3202-2000 Fax: 91 3202-2222 www.crownebelem.com.br
*A equipe do Hôtelier News hospedou-se no Crowne Plaza Belém a convite do hotel.

Comentários