Conheça a trajetória de Irenio Rocha Junior, do Iloa Resort

Irenio Rocha JuniorRocha está no Iloa há mais de cinco anos

Irenio Rocha Júnior é o atual gerente geral de Vendas do Iloa Resort, onde está desde março de 2014. Natural de Salvador, Rocha formou-se ainda adolescente no curso técnico de Instrumentação Industrial. "Durante estágio no Polo Petrolina, em Camaçari, ocorreu um incidente com amônia, fato que me fez pensar se era realmente aquilo que queria. Apesar de ser jovem e não ter responsabilidade com filho, realmente sentia falta em fazer algo diferente", relembra.

Coincidências ou premonições, Irenio, quando ía ao trabalho, sempre passava na porta de um hotel e pensava como seria trabalhar ali. A oferta hoteleira na capital baiana sempre foi grande, mas aquele empreendimento chamava atenção. "Um belo dia, recebi uma ligação: era uma proposta para fazer uma entrevista e era exatamente aquele hotel que sempre me via trabalhando, o Bahia Othon Palace, que infelizmente fechou alguns meses atrás", revela o executivo, em entrevista exclusiva ao Hotelier News.

Assim, em 1991, Rocha começa sua carreira hotelaria. Nos anos seguintes, ele aprimorou sua formação realizando um curso de Gestão e Planejamento de Organização de Eventos pela UNIFACS (2006) e um MBA em Gestão Empresarial e Inteligência Corporativa, pela FANESE (2012).

No Bahia Othon Palace, Rocha trabalhou durante quatro anos, chegando a promotor de Vendas. Em 1995, assumiu sua primeira gerência Comercial na rede de Hotel Porto Belo Salvador e Porto Seguro. Depois, por uma questão familiar, saiu do segmento hoteleiro. "Fiquei um tempo afastado, trabalhando em uma agência de publicidade. Durante um período fiquei com a representação da Xerox do Brasil. Nesse meio tempo, sentia muito a falta da hotelaria. Como o desejo move o universo com o pensamento, acabei voltando", diz.

Em 2006, Rocha foi para Aracaju, trabalhar no Hotel Delmar, que depois acabou recebendo a marca Mercure, da Accor. "Ficamos responsáveis por todo o retrofit do hotel e pela contratação de novos profissionais. Essa parceria foi muito boa, trouxe a oportunidade de trabalhar na Accor. Tive que ir para São Paulo, passar alguns dias fazendo entrevistas. Ao retornar, iniciamos um trabalho forte no mercado de Aracaju", conta.

Em 2012, recebeu a proposta da rede francesa para mudar-se para São Paulo. Novamente, por questões de família, ele resolveu não ir. "Tive que acompanhar o tratamento de saúde da minha mãe e acabei indo fazer a implantação do hotel da GJP em Aracaju", diz.

Irenio Rocha Junior: entrada no Iloa

Em março de 2014, Irenio é contratado pela Mabu Hotéis & Resorts, que na época operava o Iloa. "Quando cheguei e vi esse gigante, pensei: aqui há uma grande oportunidade de desenvolver meu trabalho. E graças a Deus, encontrei um solo fértil que precisava jogar um pouquinho de calcário para corrigir algumas coisas, principalmente equipe e gestão. Tive a autonomia necessária para começar a desenvolver esse trabalho, e lá se vão cinco anos", explica.

Segundo Rocha, houve momentos difíceis, como mudança de bandeira, Copa do Mundo, crises econômicas e localização. Mas, o trabalho rendeu frutos. "Nesses últimos anos, conseguimos, ano após ano, aumentar os índices de taxa de ocupação, receita e, consequentemente, RevPar. No dia 20 de junho deste ano, após uma série de análises por parte da diretoria, fizemos a migração para o conceito All Inclusive, que segundo pesquisas, apontam uma demanda de 67% do mercado que procura por resorts que trabalhem nesse conceito", explica.

Rocha continua sua explanação. "Nosso foco é intensificar a marca do Iloa, com nosso recente produto, que é extensão do hotel, o Beach Club, aberto em dezembro de 2018, que é nosso ponto de apoio a Praia das Conchas, na Barra de São Míguel, bem em frente ao Gunga. É um ponto que possibilita o cliente deslumbrar a natureza fantástica, podendo ver a maré cheia, maré baixa, fazer passeio de janga... Ou seja, é um produto que o mercado pediu, o ILOA não é um hotel pé na areia, a aceitação do Beach Club, está muito boa", finaliza.

(*) Crédito da foto: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários