Conheça os 10 hotéis mais tecnológicos da América

techhotels(imagem: uvtornic.com)

O site de notícias norte-americano CNN divulgou a lista dos dez hotéis mais tecnológicos da América. Todos os empreendimentos estão localizados nos Estados Unidos. Confira abaixo a lista completa e os principais destaques de cada um deles.

1- Hotel 1000, Seattle: o hotel da cidade onde nasceu a banda Pearl Jam conta com um sensor infravermelho que detecta o calor do corpo do hóspede, informando por meio de painel do lado de for, evitando assim a entrada de arrumadeiras ou outros funcionários; a HDTV de 40" transforma-se numa biblioteca virtual, onde o cliente escolhe seu conteúdo. 2- Aria Resort & Casino, Las Vegas: o hotel de 4 mil quartos, visitado pelo Hôtelier News, permite a customização de quase tudo dentro das UH's, exceto os cabides. Iluminação, temperatura e sonorização. A banda larga do hotel é anunciada como oito vezes mais rápida do que a média dos empreendimentos norte-americanos e as chaves contam com RFID (radio frequency identification data) que fazem abrir a porta quando o hóspede se aproxima da porta. 3- Hotel Zetta, San Francisco: nos quartos deste empreendimento o hóspede conecta seu smartphone ou tablet diretamente na TV, onde pode reproduzir suas músicas, seus filmes, além de ler os e-mails. O hotel conta com uma sala de jogos, para adultos, de 140 m2 e com vários consoles de jogos eletrônicos. 4- Hotel Bel-Air, Los Angeles: após uma reforma multimilionária que durou dois anos, o famoso hotel que já teve como hóspede, Marilyn Monroe. No check in, o mensageiro dita todos os passos para a conexão dos dispositivos móveis, incluindo também informações em como operar os equipamentos inteligentes do banheiro. 5- Yotel, New York City: com vibes futuristas, este hotel localizado próximo ao Times Square, tem paredes brancas com luzes roxas e displays onde são feitos os check ins. Os quartos, ou cabines, contam uma Techno Wall (parede tecnológica) com tela de LCD e várias conexões para os dispositivos móveis. Ainda no lobby, um robô acondiciona as malas que irão permanecer no hotel, antes do check in e depois do check out. 6- Scarp Ridge Lodge, Crested Butte, Colorado: este hotel butique de sete quartos oferece chef privativo, piscina coberta com água do mar, sala de jogos eletrônicos, cinema e tubos de oxigênio! Sua localização, a três mil metros de altitude, pode causar dor de cabeça aos hóspedes que curtem esportes de inverno, por isso em todas as UH's há equipamentos on-demand com telas touch para simular exatamente a altitude desejada pelo cliente. 7- Omni Dallas Hotel, Dallas: este hotel de 1.001 quartos, distribuídos em 23 pavimentos, conta com uma conexão para a centro de convenções da cidade texana. E essa conexão não é nada convencional. Inaugurado há apenas um ano, todo o empreendimento é forrado de tecnologia. No lobby, tablets e telas touch informam aos hóspedes sobre voos, condições climáticas, notícias e eventos. Nos apartamentos existem duas TV's de alta definição, incluindo uma dentro do espelho do banheiro. Sensores sob a cama ligam as luzes automaticamente quando o hóspede levanta de madrugada. 8- Kimpton's EPIC Hotel, Miami: todos os 411 quartos são equipados com computadores desktop com acesso à internet e conectados com uma impressora no Lobby; os apartamentos possuem um painel que avisa do lado de fora se o hóspede deseja arrumação ou privacidade. No Club Lounge, localizado no 29º pavimento há uma grande tela touch que além de permitir a navegação na internet se transforma em um smartphone gigante. 9- theWit Hotel, Chicago: este empreendimento conta com um IP que controla toda a infraestrutura do hotel, desde os elevadores até o boiler no subsolo. Nas UH's, sistemas de controle detectam a localização e a temperatura do hóspede dentro do quarto, ajustando automaticamente conforme a necessidade dele. Um telefone com tecnologia Voip permite fazer ligações para a governança, valet sem dizer uma única palavra e ser atendido o mais rápido possível. 10- citizenM Times Square, Nova York: com abertura prevista para outubro deste ano, esta unidade acompanhará as tendências dos hotéis europeus da rede. O "M" do nome significa "mobile" e para os hóspedes do século XXI existem máquinas de auto check in no lobby. As chaves contam com a tecnologia RFID. Um tablet permite ao hóspede criar seu próprio ambiente, definindo as tonalidades das paredes e da iluminação, da música, da transparência dos vidros da janela ou tipos diferentes para as chamadas de despertar. Serviço www.hotel1000seattle.com www.arialasvegas.com www.viceroyhotelgroup.com www.hotelbelair.com www.yotelnewyork.com www.elevenexperience.com www.omnihotels.com www.epichotel.com www.thewithotel.com www.citizenm.com

Comentários