Conrad Bergwerf, do agronegócio a hotelaria caribenha

conrad bergwerfBergwerf em sua visita ao Brasil para promover os hotéis Playa del Carmen

A frente dos hotéis Paradisus Playa del Carmen La Perla & La Esmeralda, Conrad Bergwerf não é um hoteleiro de nascença. Mas é de vocação. De origem holandesa, o profissional começou sua carreira na hotelaria em 1992, por coincidência, deixando para trás seu trabalho no negócio da família. Hoje, como presidente da Asociación de Hoteles Riviera Maya, se dedica ao mercado caribenho. 

Bergwerf trabalhava com a família, que possui fazendas de café e cana de açúcar. Sua entrada na hotelaria foi na Espanha, na região de Gran Canaria. Após cinco anos neste mercado, o profissional ingressou na rede em que trabalha atualmente, na Meliá International. Seu primeiro posto na companhia espanhola foi de diretor Comercial no Meliá Confort Corobici, na Costa Rica. 

“Ali, participei de um programa interno de alta Direção, e em 2000 fui promovido a gerente de Hotel dos empreendimentos de Guatemala e do Melia Caribe Tropical Punta Cana, na República Dominicana e o Paradisus Riviera Cancun, no México”, informa. 

Em 2003, voltou a Costa Rica, assumindo a direção geral do Meliá Cariari e do Tryp Corobici, onde atuou por quatro anos e depois, partiu para a hotelaria asiática. No continente oriental, Bergwerf tem passagem em empreendimentos como o Gran Melia Hanoi, no Vietnam e pelo Gran Melia Jakarta, na Indonesia.

Nesse período, Bergwerf já tinha percebido que o mercado hoteleiro era sua casa, e buscou especialização. Já formado em Administração pela Universidad Fidélitas, o holandês cursou Planejamento Estratégico no campus de Cingapura da Cornell University. 

Em 2011, voltou as Américas, atuando no Meliá Cabo Real, em Los Cabos, Mexico. No país, também fez parte da conversão do Gran Meliá Cancun para o Paradisus Cancun, partindo para a República Dominicana depois de dois anos, realizando gerenciamento de cluster em 12 hotéis all inclusive de luxo. 

Finalmente, em 2017, chegou ao comando dos empreendimentos Playa del Carmen La Perla & La Esmeralda. 

Conrad Bergwerf: experiência 

Em todos os anos de atuação na indústria hoteleira, Bergwerf conta que já atendeu presidentes, reis, líderes globais e donos de grandes companhias. Mas são as histórias simples que ficam como aprendizado.

“Certa vez, fui atender uma reclamação em uma das suítes em Jakarta. Quando cheguei no quarto vi uma senhora humilde que alegava que o microondas estava quebrado. Quando me virei para checar o microondas em que ela tentou aquecer sua refeição, vi apenas o cofre. Me fez pensar que não podemos simplesmente assumir que todos os hóspedes saberão exatamente como o hotel funciona e é necessário lidar com cada um em sua especificidade”, conta. 

Conrad Bergwerf: presidente Asociación de Hoteles Riviera Maya

No posto desde outubro de 2018, Bergwerf continua o trabalho realizado para divulgar o destino Riviera Maya, no México. Assim como tornar os hotéis associados cada vez mais competitivos. Como exemplo, no início do mês, o executivo esteve em São Paulo para promover os hotéis Paradisus Playa del Carmen, assim como a região. A associação conta com 135 hotéis associados, que são responsáveis por 34.220 unidades habitacionais. 

No primeiro semestre de 2019, os empreendimentos associados apresentaram uma ocupação média de 80%. Para Bergwerf, o resultado é invejado por outros destinos mexicanos e até mesmo no Caribe. Segundo ele, isso é resultado das ações do conselho, que impulsionam a qualidade dos hotéis. 

“Estamos trabalhando, pela nossa Comissão de Sustentabilidade do Turismo para fornecer assistência aos hotéis da Riviera Maya para melhorar seu sistema de gestão e sustentabilidade nos hotéis. Contribuindo para a preservação do meio ambiente e com o fortalecimento do relacionamento com as comunidades maias locais por meio de programas de responsabilidade social e comercial”, afirma o presidente. 

“Da mesma forma, o trabalho realizado pela Comissão de Qualidade de nossa Associação se destaca. Esta comissão estabeleceu programas de treinamento e aprendizagem contínua para os setores de recursos humanos e hotelaria”, acrescenta. 

Para o acumulado de 2019, o presidente estima que a ocupação dos associados se mantenha em uma média de 80%. 

(*) Crédito da capa: Divulgação/AFT Comunicação Digital

(**) Crédito da foto: Juliana Stern/Hotelier News

Comentários