Conselho do Sindepat traça objetivos para 2019

SindepatA reunião contou coma presença do conselho da entidade

O novo conselho de administração do Sindepat (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas) fez a primeira reunião esta semana. Murilo Pascoal (Beach Park), Rogerio Siqueira (Beto Carreto World) e Munir Calaça (Aviva), entre outros executivos, estiveram presentes. O objetivo do encontro, ocorrido na nova sede paulista da entidade, foi definir uma plano de para 2019. 

A entidade atuará com foco em dois pilares. O primeiro é buscar um relacionamento institucional ativo, com monitoramento legislativo de pautas do setor. O segundo é a organização dos seus eventos, casos do DNA (Dia Nacional da Alegria), em 10 de abril, e o DPNE (Dia do Portador de Necessidade Especial), em 3 de dezembro. Há ainda o próprio evento Sindepat, na segunda quinzena de agosto. 

“Estamos bem animados com as perspectivas destes eventos para este ano. Queremos dar mais visibilidade a essas grandes mobilizações sociais dos nossos associados. Estamos buscando parceiros que queiram estar conosco nestas ações”, afirma Carolina Negri, diretora executiva do Sindepat. 

Sindepat: legislação

Um fato positivo recente deu novo ânimo aos empresários do setor. Trata-se da resolução que isentou o imposto de importação para diversos equipamentos para parques. “Como o setor é depende de fornecedores internacionais para sua revitalização, visualizamos um novo período de investimentos e crescimento”, avalia Pascoal, presidente do conselho da entidade.

Ele também destacou outros pontos positivos da medida, que deve gerar impacto positivo na economia. “Empresários do Brasil todo podem aproveitar a abertura desta janela e contribuir para o incremento do turismo nas suas regiões, por meio do aumento da atratividade dos inúmeros empreendimentos que já temos pelo país, além da possibilidade do surgimento de novos”, finaliza Pascoal. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/Sindepat 

Comentários