Conversamos com Diego Corrêa, da HSystem, sobre vendas via canais digitais

HSystem - canais digitaisConteúdo, otimização do site e fotos são cuidados importantes

O mercado de turismo muda de forma acelerada e as Online Travel Agencies (OTAs) vêm rapidamente mudando as regras do jogo, quando se fala em posicionamento. Hoje, a venda via canais digitais já representa uma fatia significativa do faturamento de muitos hotéis e, por isso, adaptar-se a essa realidade é mandatório. Neste sentido, a indústria como um tudo precisa implementar uma série de boas práticas para se manter competitivo. Acompanhamento do que é falado sobre a marca nas redes sociais e estratégias digitais de fidelização são algumas delas, mas há muito mais. Diego Corrêa, gerente de Marketing & Vendas Online da HSystem, conversou com a reportagem do Hotelier News sobre o assunto.

“Existe um checklist de ações para ser feito. Isso envolve desde o posicionamento do hotel nas OTAs ao envio de e-mail marketing para a base de clientes, entre outras coisas”, explica o executivo. “Dentro de toda essa estratégia, o site do hotel tem uma importância mais do que fundamental”, ressalta.

Segundo Corrêa, o site deve ser encarado pelos hotéis como o reino virtual da marca. Dessa forma, precisa ser tratado com bastante cuidado e atenção, ensina o executivo. As fotos, por exemplo, precisam ser de boa qualidade. “Imagens têm um papel primário na venda online. É por meio delas que os clientes ‘experimentam’ o hotel pela primeira vez. O ideal é ter cinco fotos de cada tipo de apartamento, sendo pelo menos uma do banheiro”, explica. 

Os cuidados com o portal não terminam aí. Conteúdos relacionados a informações sobre o hotel devem estar sempre atualizados. Além disso, otimizá-lo é fundamental. “Velocidade de abertura, segurança de navegação, compatibilidade com mobile e indexação no Google são questões estratégicas”, explica Corrêa. “Existem várias ferramentas gratuitas para medir o desempenho da velocidade. O GTmetrix é um deles, por exemplo. Se seu portal demorar mais do que sete segundos, alguma coisa está errada”, completa.

HSystem - Diego CorrêaCorrêa: atenção ao site e aos portais de avaliação é vital

HSystem: metabuscadores e OTAs

Em muitos casos, sites de opiniões como o TripAdvisor são o primeiro contato do futuro cliente com o hotel. Dessa forma, a atenção dispensada ao conteúdo do portal do empreendimento precisa se estender a esses canais. Muitas imagens, por exemplo, são geradas por usuários e podem não ter boa qualidade. Portanto, é trabalho do hoteleiro manter esses locais com conteúdos de qualidade e atuais. Outra questão fundamental, explica Corrêa, é acompanhar e responder os comentários relativos à propriedade.

“Quem não faz isso deixa a imagem do seu hotel a mercê dos comentários da web, sendo que alguns podem ser falsos, pois há sites que não validam a hospedagem”, destaca o executivo da HSystem. “Ao responder os comentários, o hotel ganha feedbacks importantes, que dão insights valiosos para melhorar os serviços. Além disso, demonstra que o empreendimento efetivamente se importa com a opinião dos consumidores”, acrescenta.

Outra dica importante de Corrêa é manter atualizados os perfis das redes sociais do hotel. “Não adianta criar a página no Facebook e não alimentá-lo com regularidade”, destaca o executivo. “Se você ainda não faz isso, comece com um post por semana, embora o ideal seja pelo menos dois. O sucesso do trabalho nas redes sociais depende muito da consistência”, explica.

Fidelização

Usar os canais de venda e de relacionamento para melhor se comunicar com o cliente é muito importante, mas fazê-lo voltar é ainda mais. Então, de nada adianta se comunicar bem com o público se, em paralelo, estratégias de fidelização não forem realizadas. “Cupons de retorno, bônus de indicações, remarketing e programas de fidelidade são ferramentas eficientes. Só assim você fará do comprador único um multi-comprador”, explica.

Fundamental também, de acordo com Corrêa, é medir os resultados da aplicação de todas essas dicas, mas como fazer isso? O coordenador da HSystem ressalta que é preciso estabelecer metas e ficar de olho nas métricas mais importantes. “Desistências, abandono de reservas, compradores recorrentes e cliques em anúncios são alguns dos indicadores que devem ser permanentemente medidos”, avalia.

Corrêa acrescenta que essas e outras dicas podem ser encontradas no site da HSystem. “Temos também uma série de materiais voltados para o assunto de vendas online” , revela. O conteúdo sobre otimização de canais, por exemplo, pode ser acessado aqui.

(*) Crédito da capa: muneebfarman/Pixabay

(*) Crédito da foto: Divulgação/HSystem

Comentários