Coronavírus: hotéis no Nordeste e Centro-Oeste anunciam suspensão das atividades

Serviços dos 13 hotéis do Grupo diRoma estão suspensos

Recentemente, um levantamento apontou que o número de unidades fechadas das redes associadas ao FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) chega a 415, o que significa que 70% da base paralisa suas operações. A lista de hotéis que deixam de operar devido ao momento sensível de prevenção ao coronavírus, cresce diariamente. Desta vez, empreendimentos das regiões Nordeste e Centro-Oeste anunciaram a suspensão das atividades.

O grupo diRoma, interrompeu as atividades da rede de hotéis e Acqua Park em Caldas Novas. Os serviços nos 13 hotéis estão suspensos desde a última quinta-feira (19), um dia após o anúncio da suspensão das atividades do Acqua Park Splash. Com empreendimentos em Caldas Novas (GO) as medidas focam em prevenção, uma vez que casos do novo vírus ainda não atingiram a região.

A priori, a paralisação é temporária e segue o período de 15 dias. Aparecido Sparapani, superintendente do Grupo diRoma, explica que “Havia muitas reservas confirmadas em nossos hotéis e a maioria dos clientes que, por enquanto, estiveram em contato com a Central de Reservas optaram por remarcar as diárias a cancelar e pedir reembolso. Disponibilizamos um canal no WhatsApp, além do site e telefone para facilitar o contato aos que queiram também tirar dúvidas”.

Também paralisa as atividades o hotel Flix, em Maceió. A princípio, a pausa segue até dia 1 de abril, aguardando melhora da crise. A medida prioriza o bem-estar e segurança de todos envolvidos na operação, assim como dos hóspedes. Àqueles com reservas previstas para as datas, os canais de comunicação permanecem abertos para reagendamento e esclarecimentos.

Já na Bahia, os hotéis Iberostar Bahia, Iberostar Selection Praia do Forte e Iberostar Heritage Grand Amazon não realizam novos check-ins desde o dia 20 deste mês, e assim seguem até o dia 30 de abril, com prazo sujeito à alterações. Os canais, entretanto, permanecem à disposição, para remanejamento de reservas.

Coronavírus: redes hoteleiras

Redes hoteleiras também vem anunciando a suspensão das atividades de suas unidades pelo país. A lista já contabiliza GJP Hotels & Resorts, Laghetto Hotéis, Slaviero e empreendimentos da Aviva, detentora da Costa do Sauípe (BA) e Rio Quente (GO).

(*) Crédito da capa: Divulgação/Flix Hotel

(**) Crédito da foto: Divulgação/Grupo diRoma

Comentários