Costa do Sauípe fecha 2018 com R$ 8 milhões de lucro

Costa do Sauípe

Integrante do portfólio da Aviva desde o final de 2017, a Costa do Sauípe divulgou lucro de R$ 8 milhões em 2018. Assim, pela primeira vez após 18 anos de operação, o destino fecha o ano com o balanço positivo. 

“Este lucro é resultado da eficiência comercial do déficit versus o valor de crescimento projetado para o primeiro ano de trabalho neste paraíso baiano. É um orgulho imenso para o grupo poder levar aos clientes uma experiência ainda mais encantadora e envolvente, além de contribuir para a economia do país de maneira saudável”, afirma Francisco Costa Neto, CEO da Aviva. 

Até o momento, a Aviva investiu R$ 32 milhões na Costa do Sauípe. Para 2019, melhorias estruturais na Orla da Costa e na Quermesse da Vila, como também na Vila Assombrada, devem acontecer. 

A longo prazo, uma nova estrutura de lazer também está dentro dos planos da Aviva. Trata-se de um parque aquático dentro da Costa do Sauípe, cuja previsão de abertura é em 2021. O projeta se integra ao plano de investimentos de R$ 450 milhões previstos no complexo até 2025.

Costa do Sauípe: reposicionamento

Todo o processo de reposicionamento da Costa do Sauípe foi conduzido pela Aviva, em parceria com a Mapie, consultoria estratégica especializada em hotelaria e turismo. Com as mudanças, a ideia era promover um destino que entregasse experiência. “Identificamos tendências de comportamento e consumo para que o foco da empresa se voltasse para a ideia de família e diversão”, explica Carolina Haro, sócia fundadora da Mapie.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Aviva

Comentários