De concierge para concierge: dicas para o bem receber

concierge- dicasConhecer bem o bairro onde o hotel está localizado é fundamental

Todos os dias, milhares de pessoas circulam pelos incontáveis hotéis ao redor do mundo. Indivíduos de diferentes idades, nacionalidades, culturas, gostos e costumes. Cada hóspede é um universo particular com necessidades distintas e, atender bem a todos é um desafio diário na vida de um concierge.

Muito mais do que atender pedidos, aquele profissional que está sempre a postos no lobby tem a função de oferecer soluções e receber os viajantes da melhor forma possível. Entretanto, com tanta diversidade de pessoas, o inusitado faz parte da rotina então é preciso estar preparado.

Desde chamar um táxi até arrumar um ingresso para um show esgotado, os pedidos são muitos. Para entender melhor como facilitar o trabalho destes profissionais, o Hotelier News conversou com Brenda Kuroda, concierge do Sheraton São Paulo WTC Hotel - contemplada recentemente com o título Les Clefs d’Or Brésil - que reconhece apenas colaboradores altamente capacitados no quesito atendimento.

“O concierge não tem rotina, cada dia é uma surpresa. É uma área onde é preciso ter contatos, unir as pessoas”, afirma a profissional que já atendeu pedidos como preparar um menu especial de aniversário e organizar um tour com 40 pessoas para conhecer uma escola de samba. 

Concierge: dicas

A seguir, você confere três dicas de concierge para concierge para melhor receber os hóspedes e evitar imprevistos.

1- Conheça sua região

Estar familiarizado com o bairro onde o hotel está localizado é essencial para exercer bem a função. Muitos hóspedes demandam recomendações de bons restaurantes, cafés e centros comerciais próximos ao empreendimento. Além disso, conhecer bem a região também facilita a rotina do próprio concierge que constantemente requisita serviços e produtos de floriculturas, farmácias, etc.

“É o começo de tudo. Um concierge precisa conhecer o bairro como a palma da mão. Diariamente precisamos solucionar problemas dos hóspedes com serviços de terceiros e saber onde encontrar é essencial”. 

2- Crie bons relacionamentos

Uma dica que está intimamente relacionada à primeira. Criar bons relacionamentos com parceiros faz toda a diferença. Tenha uma agenda com contatos de comércios e serviços, estabeleça parcerias com eles.

“Ter sempre à mão contatos é muito importante. Firmar parcerias podem ajudar muito em momentos de pressão”. 

3- Não tenha medo de pedir ajuda

Saber recorrer aos colegas de profissão amarra as dicas acima. Além de pedir auxílio a outros concierges, utilizar os bons relacionamentos para resolver problemas também é comum no dia a dia da função.

“Todos passam por muitos desafios diariamente. Os concierges se ajudam muito, então é comum um ligar para o concierge de outro hotel para pedir algum contato. É natural e algo que já é esperado”.

(*) Crédito da foto: Grupo Prodomo

 

Comentários