Deville: Black Week gerou vendas de R$ 241,6 mil

Deville - Cicero VilelaVilela: novo site foi determinante para a estratégia

Mais de 1,2 mil room nights comercializados em 600 reservas, receita total de R$ 241,6 mil. Esse é o balanço geral da Black Week promovida pela Hotéis Deville. O número de diárias vendidas superou em 24% o total do ano passado, superando ainda a meta inicial de 15%  de crescimento traçada pela empresa.

Esse foi o segundo ano que a Deville trabalhou a data de descontos. Para 2018, a empresa fez um investimento maior, incluindo um website totalmente redesenhado com um novo motor de reservas. A Black Week da rede paranaense foi promovida de 19 a 26 de novembro. Os descontos chegaram a 40%, com os clientes podendo reservar de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019. 

“O que buscamos é chamar atenção para os nossos hotéis, de um público que, talvez, não os considerasse como opções para suas viagens. No entanto, em função de um benefício concreto, honram-nos com suas escolhas”, afirma Cícero Vilela, diretor de Marketing e Vendas da Deville.

Deville: fidelização

Como a Intercity Hotéis, a Deville também fez uso do pré-cadastro, ofertando reservas com 45% de desconto e favorecendo a fidelidade. “A partir daí, é nosso trabalho encantá-los, superando suas expectativas, ao ponto de que relatem suas experiências, postem fotos, falem bem de nós, e que retornem aos nossos hotéis”, afirma Vilela.

A promoção também tinha ainda outros benefícios. Entre eles, três vezes mais pontos/milhas nos programas parceiros: Multiplus, Tudo Azul, Livelo e Smiles. Outra novidade foi o Blackout Deville, que concedeu aos clientes a chance de ganhar vários prêmios. Nos quartos havia um flyer especial que mostrava ao hóspede, apenas no escuro, o prêmio que ele ganhou. As premiações iam desde um um late check out e uma sobremesa a combo sushi (12 peças), lavanderia.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Hotéis Deville

Comentários