Diária média do Wish Foz de Iguaçu cresce 12% no 1º quadrimestre

Wish Foz do IguaçuBorges: não adianta ter uma alta ocupação com uma diária média abaixo do razoável

Localizado a 8 minutos do Aeroporto Internacional de Foz de Iguaçu, o Wish registrou, no primeiro quadrimestre de 2019, incremento de 12% na diária média. "Considerando o cenário que estamos vivendo em 2019 com a retração econômica e conjuntura da aviação, que afeta diretamente o resort, esse aumento na DM é uma evolução importante", comemora Alexander Borges, gerenge geral do empreendimento pertencente a GJP Hotels & Resorts.

Borges, que está a 18 meses no comando do Wish Foz, revela também que a ocupação do resort também cresceu. "O crescimento da ocupação foi em torno de 3%, mas o mais importante é ter o índice de Revpar em crescimento. Não adianta ter uma alta ocupação com uma diária média abaixo do razoável. Estamos priorizando a qualidade do público dentro do resort e por isso estamos com a receita mais expressiva. Nesse um ano e meio, conquistamos a segunda posição no destino", explica o executivo.

O reposicionamento do hotel está focado também com o turismo regional rodoviário. "Colocamos uma pessoa de vendas para trabalhar em Maringá. A profissional circula na região prospectando os dois segmentos nos quais atuamos, Lazer e Mice", cita Borges.

O executivo fala também sobre os comentários dos clientes nas redes sociais. "Tivemos relevância nas redes sociais em termos de comentários, clientes que vinham e retornavam, passaram a falar melhor sobre o resort. O mais importante, estão indicando o Wish. Juntamente com isso, passamos a ter um forte trabalho em RM. Começamos a fazer um trabalho local em conjunto com a equipe corporativa da GJP."

Wish Foz de Iguaçu: novas contratações

Outras ações de Borges no resort paranaense foram no departamento Alimentos e Bebidas (A&B). "Substituímos o chef executivo e melhoramos ainda mais a gastronomia do Wish, passando a valorizar os produtos que temos na região", diz o gerente geral.

De acordo com a demanda e englobando o rol de opções das experiências oferecidas, assados patagônicos e as de fogo de chão são ofertadas aos clientes. "Criamos um menu gastronômico para os períodos de feriados e férias. Cada noite tem um tema para o jantar. Serve como um atrativo e tem agradado bastante", comenta Borges.

Além do novo chef, outras áreas também ganharam novos gestores. Outra substituição foi na área da Manutenção. "Fizemos a substituição do gerente de Manutenção e de Recursos Humanos. Com isso, conseguimos melhorar os resultados do resort, tanto qualitativo quanto financeiro, com o trabalho e equipe de base. Além disso, contratamos recentemente uma coordenadora de qualidade com foco total no cliente. De uma forma horizontal, ela passa por todos os setores para atuar diretamente com as lideranças do resort", explica Borges.

O foco na equipe da base trouxe novas possibilidades para os colaboradores como promoções e ações internas de relacionamentos. "Fazemos encontros mensais para tratar dos assuntos internos relativos a vida, facilidades e dificuldades. Precisamos ter um olho especial na equipe. É ela que faz acontecer", finaliza Borges.

Com 192 colaboradores para 215 apartamentos, distribuídos em 23 casas, o Wish Foz conta com um Centro de Convenções com duas áreas distintas que podem receber até 620 em cada uma delas. Três restaurantes, campo de golfe com 18 buracos, kid's club amplo, academia de ginástica, lagos e muita área verde completam a infraestrutura do resort.

(*) Crédito da foto na capa: divulgação/GJP

(**) Crédito da foto interna: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários