É hoje (8)! Hotelier News e R1 fazem live sobre guerra tarifária

Live Hotelier News R1Live sobre guerra tarifária acontece no dia 8, com início às 15h

A crise atual é sem precedentes e deve durar mais. Infelizmente, tudo indica que muitos hotéis ficarão pelo caminho. Ainda assim, em algum momento essa instabilidade passará e o setor precisará tomar ações certas para acelerar a retomada. Como discutimos em reportagens anteriores, uma delas é tomar medidas para evitar uma guerra tarifária. Sim, todo o mercado vai querer subir ocupação o mais rápido possível, mas pode fazer isso com práticas saudáveis.

Para debater o assunto, o Hotelier News promove, em parceria com o Grupo R1, live para debater o assunto. Com o tema Pós-pandemia: como evitar as guerras tarifárias?, o bate-papo será realizado na quarta-feira (8), de 15h às 16h15, com transmissão ao vivo pelo canal do Hotelier News no YouTube.

Nomes de peso do mercado participam da conversa: César Nunes (Átrio Hotéis), Luciana Lentini (WTC Events Center), Orlando de Souza (FOHB) e Ricardo Souza (OTA Insight). Raffaele Cecere (R1) e Peter Kutuchian (Hotelier News) apresentam a live, enquanto Vinicius Medeiros (Hotelier News) fará a moderação do bate-papo. Com um imprevisto de última hora, Antonio Dias (Royal Palm) não poderá participar, sendo substituído por Fernando Guinato (Sheraton WTC São Paulo).

Guerra tarifária e seus malefícios

Para Kutuchian, embora o momento atual seja delicado, há a necessidade de olhar para frente. Mais ainda, é preciso estar preparado para a volta às atividades. “Ter esse tempo de espera é uma vantagem, pois podemos planejar com calma as ações necessárias para que as metas de resultados possam ser cumpridas. O tema que escolhemos é propício para não criar outra guerra tarifária, que seria muito prejudicial a toda a cadeia hoteleira".

“O Hotelier News foi muito feliz na escolha do tema. É um assunto bastante pertinente para o momento atual. O impacto do coronavírus na atividade hoteleira é representativo, mas a crise vai passar e a demanda voltará. Mais do que estar preparado para a retomada, é importante o mercado estar alinhado para que isso ocorra da melhor maneira possível”, finaliza Cecere.

A interação do público será feita pelo próprio canal do YouTube. "As perguntas importantes serão obviamente repassadas aos participantes", diz Medeiros.

(*) Crédito da foto: skitterphoto/Pixabay

Comentários