e-Visa proporciona alta de 42% no total de pedidos de entrada no Brasil até julho

Visto EletrônicoO e-Visa sai, em média, em cinco dias úteis

Em vigor desde 25 de janeiro, o e-Visa vem proporcionando mais do que facilidade para o turista estrangeiro. Dados divulgados hoje (8) pelo MTur (Ministério do Turismo) ilustram como o visto eletrônico vem puxando o número de pedidos de entrada no Brasil. De fevereiro a julho, o volume de solicitações de ingresso no país subiu 42% frente igual período de 2017. No mês de estreia (fevereiro), o crescimento verificado foi de 76%.

Nos primeiros seis meses do ano, das quase 122 mil solicitações realizadas, 95.417 foram feitos por meio do e-Visa, ou 78% do total. Vale destacar que apenas quatro países podem requerer o visto eletrônico: Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão. Segundo o MTur, caso os pedidos se convertam em viagens, e levando em conta o gasto médio dos turistas desses turistas, US$ 41,2 milhões podem ser injetados na economia brasileira.

e-Visa: Canadá em destaque 

Vale ressaltar que o prazo médio para retirar o documento caiu de 30 para cinco dias úteis, em média. O processo é completamente eletrônico. Com essa facilitação, o Canadá aumentou em 50% o volume de pedidos para ingresso no Brasil no período avaliado. Estados Unidos (+45%), Austrália (+35%) e Japão (+23%) também registraram elevação, revela o MTur. 

“Precisamos abrir nosso país para visitantes de outros países e, assim, trazer novas divisas para movimentar o mercado", explica Vinicius Lummertz, ministro do Turismo. “O setor do turismo tem muito a contribuir com a economia brasileira e esses numeram comprovam isso. Fizemos o movimento correto, mas ainda precisamos avançar mais”, completa.

De acordo com o MRE (Ministério das Relações Exteriores), os Estados Unidos (segundo maior mercado emissor de estrangeiros para o Brasil, atrás da Argentina) lideram a lista de solicitações de fevereiro a julho. No total, houve 87.349 pedidos registrados, dos quais 69.808 foram feitos pelo meio eletrônico. Na sequência, aparecem Japão (14.272), Canadá (10.333) e Austrália (10.005).

(*) Crédito da capa: cytis/Pixabay

(*) Crédito da foto: Werni/Pixabay

Comentários