Em 2018, Búzios Beach Resort obtém 1º lucro em oito anos de operação

Búzios Beach Resort - bangalôsBangalôs do complexo têm vista para a praia de Geribá 

Localizado em Armação de Búzios (RJ), na Região dos Lagos, o Búzios Beach Resort teve o que celebrar em 2018. Inaugurado em junho de 2010, o empreendimento passou por duas administrações colecionando resultados financeiros abaixo do esperando, até que resolveu arriscar. Em 2016, o pool de investidores decidiu tocar ele mesmo a gestão e os resultados demoraram um pouco, mas chegaram. No ano passado, a propriedade teve seu primeiro lucro em oito anos de operação e, para 2019, chegou a hora de alçar novos voos.

No ano passado, a receita do empreendimento cresceu 34% frente a 2017. No período analisado, a diária média ficou em R$ 575, enquanto a ocupação anual bateu na casa de 45%. Em cima desses números, o empreendimento obteve lucro líquido de R$ 1 milhão, o primeiro em oito anos, como citado. Além disso, foram gastos R$ 1,5 milhão em uma reforma de parte da propriedade.

“O resultado é fruto de muito trabalho de cada um dos 200 colaboradores. Agradecemos também a cada investidor, parceiro, fornecedor e hóspede por acreditar em nosso potencial e nosso serviço”, afirma Edison Chirayama, diretor de Hospitalidade do Búzios Beach Resort.

Búzios Beach Resort: retrospectiva

Chirayama relembra que o primeiro ano de administração própria foi bastante complicado. “Enfrentamos uma das maiores crises econômicas da história brasileira e fechamos no vermelho”, relembra. “Nossa equipe foi às ruas, literalmente. Bateu de porta em porta nas principais agências e operadoras para mostrar nossa cara, novo nome e serviços”, acrescenta.

O executivo revela que o segundo ano foi um pouco melhor (2017), servindo para “arrumar a casa”, colocar as contas em dia e aportar recursos em melhorias. “Investimos mais de R$ 1 milhão em reformas”, destaca Chirayama. “Foi primordial o controle de custos feito por todos os setores, sobretudo o Financeiro, e os acertos do departamento Comercial, Vendas e de Marketing”, ressalta. 

Ainda assim, 2017 chegou ao fim com novo prejuízo, mas a redenção viria a seguir. “Conseguimos recuperar a credibilidade do resort. Em paralelo, mantiveram o foco na divulgação e vendas”, afirma Chirayama. Destaque para o gradual aumento na presença de hóspedes estrangeiros, em especial do Mercosul. “Hoje, o mercado internacional já responde por 15% das vendas, com as reservas desse público tendo, em média, oito diárias”, completa.

Búzios Beach Resort - Edison ChirayamaChirayama: janeiro de 2019 deve ter desempenho recorde

Perspectivas para 2019

O ano começou com o pé direito. Mesmo antes do fechamento de janeiro, o Búzios Beach Resort já superou a receita de igual período do ano anterior. “Destaque para a assinatura de 10 contratos para fechamento de hotel, com uma receita de aproximadamente R$ 12 milhões”, revela Chirayama.

Para o restante do ano, está nos planos o investimento em novas melhores. “Já estamos reformando as quadras de tênis, mas outros projetos estão previstos”, explica Chirayama. “Ao longo do ano, vamos renovar o mobiliário dos apartamentos e reformar a recepção, além de fazer alguns retoques estruturais. O gasto total deve chegar a R$ 2 milhões”, finaliza.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Búzios Beach Resort

(**) Crédito da foto: Divulgação/Búzios Beach Resort

(***) Crédito da foto: Filip Calixto/Hotelier News

Comentários