Em novembro, demanda total da Azul subiu 14,4%

O início da alta temporada foi positivo para a Azul Linhas Aéreas. Em comunicado divulgado hoje (6), a empresa aérea informou que a demanda consolidada subiu 14,4% em novembro. Já a oferta teve alta de 12,4%. A base de comparação é sempre frente igual mês de 2017, informa a agência de notícias Reuters.

A taxa de ocupação consolidada ficou em 83,6%, alta de 1,5 ponto percentual ante novembro do ano passado. “A maior parte do nosso crescimento está vindo dos 18 A320Neo na nossa frota atual”, explica John Rodgerson, presidente-executivo da empresa, em nota. Ele destacou que essas aeronaves estão substituindo aviões menores nos mercados já operados.

Rodgerson ressaltou ainda a sólida demanda no mercado doméstico. No mês passado, o indicador subiu 12,9% ante novembro de 2017. Na mesma base de comparação, a oferta avançou 10,8%, resultado numa taxa de ocupação de 82,5%, alta de 1,6 ponto percentual no período.

Azul Linhas Aéreas - demanda novembroNo acumulado de 2018, demanda da empresa sobe 16,7%

Azul Linhas Aéreas: internacional

Nos voos internacionais, a demanda foi 19,8% superior a novembro de 2017, enquanto a oferta aumentou 19,8% na mesma base de comparação. Já a taxa de ocupação alcançou 87,7%, com leve crescimento de 0,8 ponto percentual no período analisado.

No acumulado até novembro, a demanda consolidada sobe 16,7% frente igual período de 2017. Já a oferta cresceu 16,3%, com a taxa de ocupação ficando em 82,2%, alta de 0,3 ponto, na mesma base de comparação.

Os indicadores apresentados pela Azul são sensivelmente melhores do que sua rival Gol Linhas Aéreas Inteligentes, divulgados ontem (5) à noite. Em novembro, a demanda total da empresa subiu 5,7% ante igual período de 2017, com uma ocupação de 82,6%. Vale destacar, contudo, que a Gol dispõe de uma malha aérea bem maior.

Para ler a notícia original, vá até https://bit.ly/2Pq8yhg.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Azul Linhas Aéreas

Comentários