Em primeira metade do ano, Nobile Hotéis registra alta de 27% no faturamento

roberto bertino - nobile hotéisBertino revela nove projetos ainda para 2018

A Nobile Hotéis continua sua trajetória de expansão no mercado nacional. Numa análise do primeiro semestre de 2018, a empresa revela crescimento em faturamento e na oferta. Foram oito empreendimentos integrados ao portfólio e 27% de alta em receita na comparação com os seis primeiros meses do ano passado. O número financeiro foi puxado pelo bom desempenho de boa parte dos 55 hotéis administrados, conforme ressalta Roberto Bertino, presidente e fundador da rede brasileira.

"O índice de faturamento superou o que havíamos previsto no início do ano. Ele foi possível graças ao desempenho surpreendente de alguns hotéis, sobretudo em São Paulo, no Nordeste e em Brasília", afirma o executivo, citando as praças de melhor performance no período. De acordo com Bertino, o balanço satisfatório da primeira metade dá fôlego e otimismo para o restante da temporada.

Na prancheta de novos negócios da empresa, estão previstas mais nove aberturas até o final do ano. Quase todas elas (8) conversões de empreendimento que já funcionam em grandes cidades do país. "Não há muitos novos empreendimentos abrindo as portas. Por isso, o mercado se movimento com conversões e trocas de bandeiras em unidades que já funcionam como hotéis", explica o executivo. Um exemplo dessa dinâmica de mercado está nos dois novos hotéis que a empresa passou a administrar no Rio de Janeiro. Best Western Premier Arpoador Fashion Hotel e Best Western Plus Copacabana Design Hotel entraram para a carta da empresa em junho. 

Além de exemplos no modelo de conquista de portfólio, as unidades cariocas possuem, na avaliação de Bertino, espaço para melhorar a performance. Ele complementa ressaltando o potencial do mercado carioca, apesar da instabilidade atual. "O Rio ainda é um grande desafio, mas acreditamos na melhora gradativa da hotelaria na cidade", reforça.

Nobile Hotéis: expansão continental

Os números e o crescimento da rede no Brasil andam em movimento paralelo aos planos de fazer a empresa forte na América do Sul. Bertino conta que também há projetos em avanço para hotéis em cidades argentinas, chilenas, paraguaias e uruguaias.

"Atualmente, temos cerca de 19 conversas em andamento. Três deles estão muito próximas de transformarem-se em realidade", comenta. A estratégia para conquistar essas novas negociações passam por fazer a rede conhecida e pela oferta de bandeiras de diversos tipos. As opções vão da econômica Red Roof ao alto padrão da Gran Nobile. "Estudamos durante os últimos anos esses mercado e estamos seguros que podemos fazer um bom trabalho. Queremos hotéis que permaneçam no mercado. Não queremos ir e voltar", completa.

Para fortalecer os planos específicos da expansão internacional, a rede contratou Diego Filardi para ser o diretor de Desenvolvimento para a região. "Ele conhece esses mercados e é quem coordena a equipe de expansão sul-americana", alerta Bertino. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/Nobile Hotéis

Comentários