Embarques domésticos da Braztoa geraram R$ 9,8 bilhões para o País em 2014

dinheiro (foto: arquivo HN/Priscilla Haikal)
(foto: arquivo HN/Priscilla Haikal)

Um levantamento contemplado pelo Anuário Braztoa 2015 apurou o impacto das operadoras na cadeia produtiva do turismo doméstico em 2014. De acordo com a pesquisa, os embarques domésticos no País - contanto gastos e pacotes comercializados aos turistas - geraram um total de R$ 9,8 bilhões para a economia nacional no ano passado. Dados previamente apresentados pela entidade ainda revelavam que seus 91 associados representam cerca de 90% das vendas de lazer no Brasil.

A pesquisa mostra que as operadoras realizaram o embarque de mais de 4 milhões de turistas dentro do País (incluindo o receptivo internacional). Esses viajantes consumiram produtos e serviços não inclusos nos pacotes, como alimentação, transporte, passeios extras, visitas a parques, bares, presentes e artesanato, entre outras coisas, ajudando na geração de trabalho e renda nos destinos visitados.

Diante desses dados, o estudo pode estimar o impacto financeiro gerado pelas operadoras nos destinos. Considerando o gasto médio diário com extras do turista (aqueles não incluídos nos pacotes), multiplicando pelo número médio de dias em viagem e pelo número de embarques domésticos realizados no ano, o resultado foi o valor de R$ 3,78 bilhões em 2014 para este indicador.

Somando o valor dos pacotes comercializados pelas operadoras, com o valor dos extras anteriormente citados, chegou-se a conclusão que os embarques domésticos da Braztoa geraram R$ 9,8 bilhões de reais para a economia nacional.

O Anuário da entidade está disponível no site da Braztoa e também em aplicativo para Apple Store e Android. A publicação traz ainda outras pesquisas sobre o setor turístico, além de análises sobre os principais desafios e tendências do setor e artigos de especialistas e profissionais do mercado.

Serviço
www.braztoa.com.br

Comentários