Embratur: número de chegadas internacionais cresce em janeiro

Embratur - aeroportos BrasilAeroportos da região Sul foram destaque em janeiro

Levantamento feito pela Embratur aponta que, em janeiro, o total de voos internacionais ao Brasil subiu 7% frente a igual período de 2018. No total, foram 6.120 aterrissagens nos aeroportos brasileiros vindos do exterior. A pesquisa se baseia em informações da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).
 
Segundo a Embratur, neste mês, são aproximadamente 400 voos a mais, com 107 mil assentos a mais disponíveis para os turistas de todo o mundo. Além disso, a alta verificada é similar a alcançada ao longo de todo ano passado, que foi de 8%. 
 
“Receber mais voos, de mais cidades e países, é fundamental para o crescimento do turismo internacional para o Brasil”, explica Teté Bezerra, presidente da Embratur. “Usamos nossas plataformas, como feiras e eventos internacionais, para estreitar o relacionamento entre os destinos brasileiros com as companhias aéreas a fim de sempre ampliar a disponibilidade de voos”, completa.

Embratur: mais dados

Os destaques no mês foram os aeroportos da região Sul, com aumento de 19% em relação a janeiro de 2018. A região Nordeste também teve bom desempenho, com crescimento de 17%. Porta de entrada tradicional para turistas estrangeiros no país, o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, também registrou ampliação. No período, foram 222 voos mais, 7% a mais do que no ano anterior.

Segundo terminal com maior movimento internacional, o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, registrou crescimento de 9%, com 107 voos a mais que em 2018. Já Brasília teve alta de 32% no número de chegadas, passado de 137 para 182 voos, em janeiro de 2019.

Segundo a Abear (Associação Brasileira das Empresas Brasileiras), o total de passageiros transportados pelas companhias nas ligações entre o Brasil e o exterior foi de 9,3 milhões em 2018. O número representa crescimento de 11,79% frente a 2017, equivalendo ainda a 985 mil clientes a mais no período.

(*) Crédito da capa: Gellinger/Pixabay

(**) Crédito da foto: MichaelGaid/Pixabay

Comentários