Encatho: "Não há solução de desenvolvimento que não passe pelo turismo", diz Lummertz

Encatho - mturDiscurso de Lummertz foi a atração da manhã no evento

Natural de Santa Catarina, Vinicius Lummertz, ministro do turismo, foi a principal atração da manhã no Encatho e Exprotel. Utilizando sua familiaridade com o estado, o político destacou o potencial do mercado de viagens para fortalecer a economia em nível estadual e federal. "Não há solução para o desenvolvimento do país e de Santa Catarina que não passe pela plataforma do turismo", discursa.

Na avaliação do ministro, o modo de pensar o turismo dentro do Brasil está equivocado e por isso a atividade não gera a riqueza que deveria. Para ilustrar o raciocínio, Lummertz citou países da Europa e até os Estados Unidos, classificando-os como exemplos a serem seguidos.

"Será que eles, que consolidam parques naturais como aparelhos turísticos de alta visitação, é que estão errados? E nós, que não fazemos nada?", questiona. 

Na reflexão do representante da pasta do turismo, o estado ainda entende o turismo como efeito de um cenário econômico e não como causa. "O mundo todo já conseguiu entender que essa atividade mudou de significado. Nós ainda não", reforça. "As oportunidades estão aqui. mas o discurso apenas não resolve".

Participações políticas no Encatho

Lummertz teve a principal fala num painel que contou ainda com outros nomes da política. Tufi Micherffi Neto, secretário estadual de turismo catarinense; Vinícius de Lucca Filho, secretário de Turismo em Florianópolis; e Manoel Linhares, presidente da ABIH também tiveram a palavra.

Dentre as falas que complementaram o painel, o discurso de Micherffi Neto também chamou atenção. De acordo com ele, o governo catarinense está mais próximo do ministério e, por isso, investimentos grandes devem chegar para o estado.

(*) Crédito da foto: Filip Calixto/Hotelier News

Comentários