Estudo da CWT detalha preocupação dos viajantes de negócios sobre segurança na internet

CWT

Segurança é um assunto relevante quando se fala em dados e internet. Pesquisa encomendada pela CWT (Carlson Wagonlit Travel) mostra que viajantes de negócios pensam da mesma maneira. Segundo estudo da empresa, 65% desse público afirmam que se preocupam com a integridade de informações corporativos durante suas viagens. Na análise por região, clientes das Américas estão mais confiantes (46%) do que viajantes da Ásia-Pacífico (28%) e da Europa (27%).

Mas o que gera tanta insegurança? Segundo Andrew Jordan, vice-presidente executivo e chefe do departamento de tecnologia da CWT, o acesso a wi-fi em espaços públicos é uma amostra de como a integridade tecnológica das organizações pode ser violada sem que os usuários percebam.

“É preciso entender o risco desse tipo de conexão para as empresas", diz. "Os resultados do estudo mostram que ainda há muito a ser feito na educação de viajantes sobre como cuidar dos dados de suas companhias", complementa. Quanto a este fator, 21% das pessoas entrevistadas afirmaram que essa é uma das situações que geram preocupação na relação com dados corporativos.

CWT

Como prognóstico de certo modo positivo, a organização indica que a maior parte dos viajantes corporativos toma uma atitude ao saber de alguma violação de segurança de dados. De acordo com o levantamento, 37% dos consultados alegam desligar imediatamente seus dispositivos, 25% reportam para suas companhias, 34% notificam o departamento de TI.

CWT: outras informações

Situações como trabalhar com notebook ou outros dispositivos móveis (9%) ou o compartilhamento acidental de documentos da companhia (9%) também são fontes de tensão para as empresas. Compõem a lista de medos o acesso aos e-mails corporativos durante as viagens (8%), abertura de arquivos ou a visita a sites questionáveis (8%) e o descarte de documentos impressos (6%). 

Jordan cita ainda que conscientização e treinamento com os profissionais são os primeiros passos para evitar problemas deste tipo.

(*) Crédito da Capa: pixelcreatures/Pixabay

(**) Crédito da Foto: Divulgação/CWT

Comentários