Fairmont Copacabana promove tributo a Frank Sinatra

fairmont copacabana- frank sinatraHotel celebra os 40 anos da passagem do cantor pelo Rio de Janeiro

Há 40 anos, Frank Sinatra se apresentava nos salões do hotel Rio Palace - onde hoje funciona o Fairmont Copacabana. No dia 22 de janeiro de 1980, o artista embalou a noite com clássicos como “My Way”, “I’ve Got the World on a String” e “The Lady is a Tramp” e canções da bossa nova carioca como “Corcovado/Quiet Night of Quiet Stars”, de Tom Jobim. Para celebrar a passagem do ícone pela capital fluminense, o empreendimento da Accor promoverá um tributo ao cantor.

No próximo dia 22, as músicas de Sinatra serão tocadas novamente no mesmo endereço do Rio de Janeiro. O jantar batizado de Dinner at the Fairmont - Tributo a Frank Sinatra reproduzirá  a estreia do cantor na cidade, relembrando os tempos áureos cariocas. O evento começa às 19h com direito a coquetel composto por drinks vintage como dry martinis, bellinis e manhattans. O som ficará por conta do pianista Gustavo Tibi - que tocará os clássicos em versões instrumentais.

Em seguida, às 20h, será servido um jantar assinado pelo chef Jerôme Dardillac, com menu composto por entrada, prato principal e sobremesa. Enquanto os convidados apreciam a refeição, depoimentos de quem viveu a experiência em 1980 serão transmitidos. Às 21h30, Daniel Boaventura sobe ao palco ao lado de uma orquestra composta por 15 músicos cantando os sucessos de Sinatra.

Fairmont Copacabana: Sinatra em 1980

A vinda do cantor ao Brasil foi uma iniciativa de Roberto Medina, um dos maiores comunicadores do país da época. Sinatra chegou na cidade no dia 21 de janeiro de 1980, causando grande agitação entre fãs e a imprensa carioca. O Rio Palace abria suas portas ao público e hospedou o artista durante os oito dias que passou pelo Rio de Janeiro.

Sua primeira apresentação em terras brasileiras foi na inauguração do hotel Rio Palace, com ingressos esgotados para todas as quatro datas contempladas em contrato, o público da primeira apresentação somava, aproximadamente, 600 pessoas, dispostas em 70 mesas. O show foi antecedido por um jantar de gala montado pelo chef francês Gaston La Notre, cujo cardápio ofereceu os pratos mais finos da época. Na porta do estabelecimento, cerca de 500 curiosos acompanhavam a entrada do seleto público pagante.

Às 23h, após o jantar, soaram os primeiros acordes da orquestra, anunciando “My Way”. O ícone da música internacional foi aplaudido de pé enquanto entoava os seus maiores sucessos, acompanhado por orquestra sob a regência do pianista Vinnie Falconi. No segundo dia de show, já aclimado, Sinatra chegou a ler alguns bilhetes manuscritos por fãs em guardanapos. Após o seu último show no Rio Palace, foi contemplado com uma camisa do time do Flamengo e o título de “Cidadão do Estado do Rio de Janeiro”.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Fairmont Copacabana

(**) Crédito da foto: Rômulo Fialdini/Fairmont Copacabana

Comentários