FBHA ganha queda de braço com CNTUR

FBHA - Alexandre SampaioSampaio: Judiciário prezou pela liberdade sindical

A FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação) obteve nova vitória na Justiça do Trabalho sobre a CNTUR (Confederação Nacional do Turismo). A decisão, proferida segunda-feira (5), concedeu à FBHA liberdade sindical para se associar e filiar à confederação que desejar. 

Assim, a entidade continuará vinculada à CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), conforme decisão dos seus representantes. A CNC, por sinal, elegeu seu novo presidente no final de setembro. Aclamado por ampla maioria, o amazonense José Roberto Tadros fica à frente da confederação até novembro de 2022.   

A decisão foi celebrada por Alexandre Sampaio, presidente da FBHA. “Mais uma vez, a Justiça do Trabalho prezou pela liberdade sindical garantida na Constituição Federal. Trabalhamos em prol do turismo e na defesa dos nossos ideais”, avalia.

FBHA: entenda o caso

Desde 2010, a CNTUR tenta obrigar a FBHA a se filiar e ser coordenada por ela. Para isso, solicitou ao Judiciário que a declare como única entidade sindical patronal representante do setor. No entanto, em todas as instâncias, a Justiça do Trabalho reafirmou a prerrogativa da entidade comandada por Sampaio.

No dia 5 de novembro, a tentativa da CNTUR de levar a discussão para o STF (Supremo Tribunal Federal) foi negada. Além disso, houve a aplicação de multa por apresentação de recurso protelatório.

(*) Crédito da capa: AJEL/Pixabay

(*) Crédito da foto: Filip Calixto/Hotelier News

Comentários