Festividades cadastradas no MTur subiram 250% desde 2016

MTur - cadastro de eventos_capaOktoberfest de Blumenau (SC) movimenta bastante a hotelaria local

Os destinos nacionais estão cada vez mais atentos à importância dos eventos para atrair turistas e gerar receita para a economia local. Dados do MTur (Ministério do Turismo) apontam que, desse 2016, o número de festividades cadastradas no Calendário Nacional de Eventos cresceu 254%. No período, o total de encontros saltou de 888 para 3.151 nas diferentes regiões do país, informou a pasta.

Ainda segundo o MTur, 85,4 mil usuários de 90 países, além do Brasil, já acessaram o site para consultar festividades e programar suas viagens por aqui. Vale destacar que, hoje, o país ocupa a nona colocação entre 136 nações no quesito atrativos culturais, segundo o Fórum Econômico Mundial. Entre as motivações para vindas às terras tupiniquins, a cultura ganha destaque, sendo responsável por 9,5% dos estrangeiros que visitaram o país em 2018. Para ver o calendário completo do país, acesse https://bit.ly/2sQdHu4.

Entre as nacionalidades mais presentes, destacam-se os turistas norte-americanos, portugueses, argentinos, franceses e britânicos. Já no Brasil, lideram as buscas viajantes de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Dos que acessaram o portal, mais da metade (51%) tinham idade entre 18 e 34 anos e eram do sexo masculino (54,5%). O mês de janeiro foi o período mais procurado. 

MTur destaca as vantagens para o país

Para quem deseja cadastrar seu evento ou festividade, essa possibilidade está disponível e pode ser feito ao longo de todo ano. A dica é aproveitar o alto fluxo de turismo em janeiro e já adiantar o registro, recomenda o MTur. Todas as informações contidas devem ser alimentadas pelas próprias secretarias estaduais ou municipais de Turismo, além dos responsáveis pela realização dos eventos

“Este nosso calendário tem como principal objetivo divulgar alguns eventos turísticos brasileiros que não são tão conhecidos por boa parte da população, além de agregar valor à imagem dos destinos, fornecendo informações de qualidade sobre a oferta turística do Brasil que possam ser úteis ao turista que está indo para aquele lugar”, diz Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo.

(*) Crédito da capa: Márcio Filho/MTur

(**) Crédito da foto: Renato Soares/MTur

Comentários