Focado no lazer, Bairro Alto Hotel retoma operação após reforma milionária

Bairro Alto Hotel - Elisa LinoSegundo Elisa, foram gastos € 30 milhões na reforma da propriedade lisboeta

Localizado em um dos bairros mais movimentados de Lisboa, o Bairro Alto Hotel reabriu em 8 de agosto após reforma milionária. Com gastos de € 30 milhões, as intervenções ampliaram o inventário de quarto e a oferta gastronômica do empreendimento. As informações são de Elisa Lino, diretora de Vendas & Marketing da propriedade, que participou do TL Roadshow 2019, na quarta-feira (23).

Segundo Elisa, agora o Bairro Alto Hotel conta com 87 apartamentos, contra 55 antes da reforma. “Destas, 22 são suítes”, revela a executiva, acrescentando que, do investimento feito no projeto, parte foi direcionado para a compra de imóveis ao lado do empreendimento. “Eram sobrados do século 18, então mantivemos as fachadas e a estrutura”, completa.

Membro do Virtuoso e da Leading Hotels of the World, a propriedade tem 80% do público oriundo do segmento de lazer. “Estados Unidos e América do Sul são nossos principais mercados emissores, com o Brasil tendo destaque. Depois, vêm Austrália, Reino Unido e França”, informa Elisa. “Em períodos de baixa temporada, a diária para quartos standard fica na casa de € 375, subindo para € 450 na alta”, completa.

Barro Alto Hotel: aposta na gastronomia

Além da ampliação da oferta, o empreendimento investiu forte na gastronomia. Entre esses esforços, destaque para a chegada de Nuno Mendes, que assina os menus do novo restaurante, além do bar e do room service. O chef português, que gere três estabelecimentos em Londres, acaba de ganhar sua primeira estrela Michelin.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Barro Alto Hotel

(*) Crédito da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News

Comentários