FOHB abre o II Fórum Nacional da Hotelaria em São Paulo

II forum nacional de hotelariaSouza abriu o evento na manhã de hoje (9)

A II Fórum Nacional da Hotelaria, organizado pelo FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), começou há pouco, no Pullman São Paulo Vila Olímpia, em São Paulo. Com o tema Hospitalidade na Era da Disrupção, o encontro aborda assuntos como macroeconomia, gestão de pessoas e multipropriedades, entre outros. Entre os palestrantes, o autor de livros e administrador de empresas Max Gehring e Zeina Latif, economista-chefa da XP Investimentos, entre outros.

Ao lado da robô Pepper, Orlando de Souza, presidente executivo do FOHB, deu boas-vindas aos presentes. Citando estudo divulgado esse ano pela entidade, em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas), Souza mostrou o real impacto da hotelaria na economia brasileira. “A cada R$ 1 milhão injetado no setor, 24,6 empregos diretor e indiretos são criados”, comentou. Ainda assim, Souza reconheceu que, apesar das expectativas positivas na economia, ainda existem desafios à frente. “Ainda temos 12 milhões de desempregados”, acrescentou.

Na sequência, Alexandre Gehlen, presidente do FOHB, destacou o tamanho e relevância da entidade. “São 676 hotéis, que somam mais de 115 mil unidades habitacionais. Além disso, são mais de 150 mil empregos diretos na indústria hoteleira”, comentou. Quem também teve a palavras foi o deputado federal Herculano Passos (PSD-SP), líder da Frente Parlamentar do Turismo no Congresso. “Estamos trabalhando em prol do setor e, este ano, tivemos vitórias importantes, como o fim da exigência de visto para quatro países e o aumento da participação do capital estrangeiro nas empresas aéreas. Estamos à disposição de vocês para fazer a indústria do turismo crescer ainda mais”, completou.

II forum nacional de hotelaria- aberturaGehlen destacou o compromisso da FOHB com o trade 

II Fórum Nacional de Hotelaria: mudanças

Após a cerimônia de abertura, Max Gehringer, comentarista da Rádio CBN e do programa Fantástico, da TV Globo, abriu a sequência de palestras. O também escritor e administrador de empresas falou sobre o movimento agudo no mercado de trabalho na palestra Gerenciamento de Mudanças. Baseado em três conceitos: Crise, Mudanças e Gente, o speaker destacou as principais crises da história do país, como as das gestões de José Sarney e Fernando Collor. "Somos um país que vive períodos de estabilidade intercalados com grandes crises, mas sabemos que esses períodos são ruins para alguns e benéfico para outros".

Gehringer também ressaltou o caráter disruptivo das gerações atuais que estão entrando no mercado de trabalho. "Criamos uma geração de jovens que querem mudar o mundo entrando em um mercadp ainda gerido por pessoas que acreditam que o foco principal de uma empresa é o lucro. Invistam em pessoas, sempre. "finaliza.

II forum nacional de hotelaria- aberturaGehringer falou sobre as mudanças no mercado de trabalho

(*) Crédito das fotos: Juliana Stern/Hotelier News

Comentários