Fórum Panrotas: esqueça o senso comum sobre o consumidor brasileiro

Fórum Panrotas - renato meirelles_capaMeirelles destaca que, com otimismo, brasileiro viaja mais

Na sequência do Fórum Panrotas 2019, aberto hoje (19), Renato Meirelles, presidente do Locomotiva Instituto de Pesquisa ministrou a palestra "Cenário Brasil: até onde vai a confiança do Brasileiro?" Na apresentação, o profissional fez um grande diagnóstico do comportamento do consumidor brasileiro. E, dentro desse panorama, um dado chama atenção: pessoas com mais de 50 anos são os que mais consomem no país.

Meirelles mostrou outros dados levantados pelo instituto, apresentando como a crise influenciou no consumo dos brasileiros. Segundo ele, os consumidores estão mais racionais, prezando o custo benefício e aprendendo que é possível viver com menos. "A escolha inteligente é o que mais move os consumidores hoje: 81% afirmam estar mais atentos à qualidade dos produtos do que há 10 anos atrás", disse Meirelles. 

O perfil do comprador também sofreu mudanças. E essas alterações ainda não são refletidas na publicidade. Segundo dados da Locomotiva o maior mercado consumidor brasileiro tem mais de 50 anos de idade. Desse público, 71% não se identifica com as propagandas. 

Fórum Panrotas: perfil dos consumidores

O estudo mostra também um Brasil (verdadeiro) que as pessoas parecem não entender corretamente, como mostrou Meirelles. "Os dados mostram que dois terços do mais ricos não fizeram faculdade. Apenas um terço das classes A e B conhece outro país e 61% utilizaram transporte público no último mês. Isso nos mostra que o espectro de pessoas, dentro de uma classe passou a ser muito diferente. Dentro da classe A, por exemplo, temos desde o CEO da multinacional a um dono de um bar que fatura R$ 100 mil por mês. Uma só estratégia não funciona com os dois", ressaltou. 

Ao analisar o uso da internet pelos consumidores, também é possível entender melhor como se compra no Brasil. O levantamento do Locomotiva aponta que existem 137 milhões de internautas no país. Desses, 75 milhões são "novos internautas", ou seja, começaram a usar a internet nos últimos 10 anos. 

E se você pensa em internauta em um jovem sentado na frente do computador, pense de novo. A maioria das compras online são realizadas via mobile e por usuários da classe C. Entre eles, 87% só falam português e a maioria - mais de 60% - não sabe mexer no Excel, anexar arquivo no e-mail ou montar uma apresentação de slides. "Vender no Brasil não é um processo óbvio. Os consumidores não são óbvios e, muitas vezes, não acompanham a lógica e linearidade corporativa. Esteriotipos não devem permear estratégias de venda", avalia. 

Para finalizar, Meirelles mostrou dados sobre a percepção dos consumidores brasileiros. Segundo a pesquisa, as pessoas estão mais otimistas e planejando consumir mais em 2019. "Depois de cinco anos de grande pessimismo, os consumidores se mostram mais esperançosos com o futuro econômico pessoal e do Brasil, e quem está otimista compra mais, viaja mais“, disse. 

De acordo com o levantamento, 77% dos que se disseram muito otimistas acreditam que vão viajar mais em 2019. Nessa crença, 66% dos pouco otimistas veem viagens em seu futuro e apenas 47% dos nada otimistas mencionaram viajar nos planos. 

(*) Crédito das fotos: Vinicius Medeiros/Hotelier News

Comentários