Frente fria não afeta hotelaria em SC nos próximos dias

sc- frente friaHá chances de nevar na Grande Florianópolis, como em 2013

Uma intensa frente fria deve chegar ao Brasil nos próximos dias e, como de costume, a região Sul é uma das mais afetadas pelas baixas temperaturas. Mesmo com a expectativa dos termômetros chegarem aos -8°C em Santa Catarina, a hotelaria local não sentiu nenhum impacto positivo.

Na capital Florianópolis, tudo segue normal no mercado. Segundo Glaucia Rodrigues, recepcionista do Intercity Florianópolis, até o momento, o hotel não registrou nenhuma demanda fora do comum. “Somos um empreendimento corporativo e nosso fluxo de turistas costuma ser intenso. Seguimos com uma taxa alta de ocupação, mas usual”, revela. Na unidade Slaviero Baia Norte Florianópolis, o mesmo movimento. “Não notamos nada de diferente. Sabemos da frente fria, porém nossas reservas seguem na normalidade”, afirma Rodrigo da Rocha, supervisor da Recepção.

Saindo da capital os resultados não são diferentes. Em Blumenau, as baixas temperaturas aparentemente também não surtiram efeito nos hotéis locais. “Temos a ocupação padrão para os próximos dias. Nada anormal”, garante Nilza Galdoti, assistente da gerência do Plaza Blumenau. Nem mesmo em Lages, localizado na Região Serrana do estado e uma das mais frias do país, os indicadores apresentaram mudanças. No ibis Lages, Junior Chaves, recepcionista do hotel, confirma que o movimento segue dentro dos padrões. “Temos algumas reservas para o final de semana, mas nada diferente”. 

SC: quedas bruscas na temperatura

De acordo com Ronaldo Coutinho, engenheiro agrônomo e expert em meteorologia, uma intensa massa de ar polar está sobre Santa Catarina, trazendo frio e queda de temperatura – principalmente de quinta-feira (4) e domingo (7). Mais ainda, na sexta-feira (5) e no sánado (6), existe a possibilidade de neve em várias áreas do estado, sobretudo no topo da serra, onde os termômetros podem chegar a -8°C.

O modelo GFS (Global Forecast System) informa que os próximos dias poderão ficar na história da meteorologia do país. Diversas regiões do Sudeste e Centro-Oeste podem ficar com temperatura abaixo de 10ºC, negativando em pontos mais altos. Algumas localidades, como o Parque Estadual do Papagaio (MG), Pico da Bandeira (ES), Parque Nacional da Serra da Bocaina (SP), Campos do Jordão (SP) e o Pico das Agulhas Negras (RJ), podem ter temperatura negativa com chance de neve na sexta-feira (5).O destaque não será apenas isso, mas as intensas rajadas de vento que podem exceder os 100 km/h, deixando uma sensação térmica abaixo de -10ºC.

Sobre o Rio Grande do Sul, pouquíssimas cidades não teriam alguma precipitação invernal (chuva congelada ou neve) na sexta-feira. Em Porto Alegre, modelo segue projetando flocos de neve na sexta-feira entre a tarde e a noite. Já em Curitiba, a mínima prevista ficaria entre -4ºC e -1ºC, com chance de neve na madrugada de sábado (6). Já Florianópolis, a mínima deve ficar entre 0ºC e 3ºC na sexta-feira, com possibilidade de chuva congelada. 

O modelo EURO coloca chance de nevar no topo do Morro Cambirela, na Grande Florianópolis, como já ocorreu em 2013. Além da neve prevista, temperatura negativa e geada negra vem sendo projetado para diferentes regiões entre quarta e quinta-feira, antes da neve começar a ocorrer no final da tarde e início da noite do mesmo dia na região Sul do Brasil.

(*) Crédito da foto: ND Mais

(**) Colaborou Jefferson Severino

Comentários