Golden Tulip Macaé chega para reforçar oferta corporativa

golden tulip macaeCEO da Louvre Hotels Brazil, Paulo Michel (ao centro), presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau, Guilherme Braga de Abreu (à esquerda)

O destino carioca de Macaé agora conta com mais um empreendimento voltado aos turistas corporativos. O Golden Tulip Macaé, aberto na semana passada, está localizado na Praia de Imbetiba e, a cidade foi escolhida pelo momento turístico que está vivendo.

“Macaé vive um novo momento econômico especial com o início das obras do Terminal Portuário e o retorno dos voos comerciais para o Aeroporto de Macaé ainda este ano. Além disso, com essa implantação, tivemos a oportunidade de conhecer melhor a cidade e conversar com autoridades e influenciadores locais, que nos apresentaram um enorme potencial de turismo local em Macaé, que está recebendo apoio para se desenvolver profissionalmente”, explica Paulo Michel, CEO da rede.

A Louvre também escolheu o destino pela proximidade com grandes empresas de petróleo e gás. "Tenho certeza de que esse empreendimento vai trazer uma hospitalidade especial à cidade de Macaé. É um hotel que irá se renovar, ficar mais charmoso e divertido com os projetos que vamos implantar e, certamente, revitalizará também essa região da Praia de Imbetiba, que é muito tradicional na cidade”, complementa.

Golden Tulip Macaé: a unidade

Fruto de um aporte de um pool de investidores, a unidade carioca conta com 78 suítes, distribuídas em 13 andares. Todos os apartamentos possuem varanda e vista para o mar equipados com tv a cabo, ar condicionado, frigobar, cofre e internet wifi gratuita. O hotel possui rooftop, piscina, sauna, fitness center, estacionamento, room service, além de duas salas disponíveis para eventos. O café da manhã, servido no restaurante do hotel, faz parte da diária. No térreo, o restaurante “Tulipe” oferece almoço e jantar com os melhores pratos da culinária regional, nacional e internacional no serviço à la carte.

O foco do empreendimento são hóspedes corporativos entre 25 e 50, das classes A e B. Os principais destinos emissores de turistas do hotel são Rio de Janeiro e São Paulo. “Com a nova marca e as novas estratégicas comerciais traçadas para o empreendimento, há uma grande expectativa de crescimento. Não apenas no que diz respeito à receita, mas em todos os aspectos do negócio. Sem dúvida, o Golden Tulip Macaé é um dos hotéis mais importantes do portfólio da rede agora”, finaliza Michel.

A Louvre Hotels Group Brazil registrou incremento de 17% na receita do primeiro semestre, com alta de 13% na ocupação das unidades brasileiras frente ao mesmo período em 2018. A Golden Tulip tem planos de administrar 30 empreendimentos no país em até cinco anos.

(*) Crédito das fotos: Renato Martins Jr/Louvre Hotels Group Brazil

Comentários