Governo lança programa Investe Turismo com orçamento inicial de R$ 200 milhões

investe turismoA Costa do Descobrimento (BA) será uma das rotas contempladas

O Ministério do Turismo, em conjunto com a Sebrae e a Embratur, lançou o programa de incentivo Investe Turismo. A iniciativa conta com orçamento de R$ 200 milhões para a primeira etapa, que contemplará 58 municípios em todo o país. 

O programa consiste em um pacote de ações de incentivo, como investimentos, acesso ao crédito, auxílio a novos negócios, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados ao setor turístico. A meta do projeto é preparar e promover a competitividade em 30 rotas turísticas estratégicas. A idéia é que as iniciativas aumentem a qualidade e oferta turísticas das rotas selecionadas.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o Investe Turismo muda a lógica de atuação no setor. “Se sozinhos temos um orçamento enxuto, quando unimos forças temos um mundo de oportunidades. Vamos provocar uma transformação na gestão do turismo nessas rotas estratégicas, ampliando o fluxo de turistas nesses destinos e a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, ressalta.

As áreas contempladas receberão um pacote de ações organizadas em quatro linhas de trabalho. Os projetos vão desde o fortalecimento da governança; melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização; e a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento. 

Incentivar o surgimento de novos negócios para o setor também é uma preocupação prioritária do programa. Para Carlos Melles, diretor-presidente do Sebrae Nacional, a parceria vai trazer ganhos inéditos para a economia turística: 

"Estamos trabalhando duro para a retomada do crescimento. Tudo está sendo feito para que o Brasil tenha um terreno fértil, capaz de dar condições para que os pequenos negócios brotem. Vamos apoiar o Governo Federal, focando em setores chave para o desenvolvimento do turismo. Somente assim conseguiremos que os negócios não apenas nasçam, mas também cresçam saudáveis", afirma Melles.

Fora isso, o Investe Turismo também prevê um novo posicionamento da imagem turística do Brasil. O programa traz um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem, além de um Plano Nacional de Atração de Investimentos e a implantação do Mapa do Turismo Inteligente. Por meio de uma plataforma online, o mapa vai identificar e georreferenciar iniciativas inovadoras de empresas, instituições e órgãos públicos pelo país. 

Investe Turismo: Ações

Entre as ações previstas pelo programa estão: Realização de visitas técnicas nacionais e internacionais; parcerias para melhorar e ampliar a cobertura de internet em destinos estratégicos; apoio aos movimentos de intervenções criativas de espaços públicos; cartilha para investidores com um passo a passo sobre como implantar empreendimentos turísticos. 

Além de seminários em cada rota turística estratégica. Com o intuito de apresentar todos os projetos que serão desenvolvidos em cada localidade, o primeiro encontro está previsto para 3 de junho, em João Pessoa. Confira as datas e locais dos próximos seminários aqui

Investe Turismo: Rotas

Confira a lista das rotas turísticas estratégicas contempladas por região:

Centro Oeste

  • Brasília e Chapada dos Veadeiros
  • Goiânia, Pirenópolis e Goiás
  • Pantanal Norte e Chapada dos Guimarães
  • Rota Pantanal Sul e Bonito

Norte

  • Manaus e Polo Amazônico
  • Belém, Ilha do Marajó, Santarém e Alter do Chão
  • Palmas e Jalapão
  • Boa Vista e Monte Roraima
  • Macapá
  • Rio Branco
  • Porto Velho e Guajará-Mirim

Nordeste

  • Maceió e Costa dos Corais
  • Aracaju e Cânions do São Francisco
  • Recife, Olinda e Porto de Galinhas
  • Fernando de Noronha
  • Salvador e Morro de São Paulo
  • Costa do Descobrimento
  • Rota das Emoções
  • Teresina e Serra da Capivara
  • João Pessoa e Litoral
  • Natal e Litoral

Sudeste

  • Vitória e Montanhas Capixabas
  • Belo Horizonte e Cidades Históricas de Minas
  • Rio de Janeiro Imperial
  • Costa do Sol - Região dos lagos
  • São Paulo e Litoral Norte

Sul

  • Corredor do Iguaçu
  • Porto Alegre e Serra Gaúcha
  • Porto Alegre e Missões
  • Serra-Mar Catarinense

(*) Crédito da capa: Mario Oliveira/MTur

(**) Crédito da capa: Márcio Filho/MTur

Comentários