GPS Hotéis e Resorts doa alimentos para comunidade de Porto Seguro

GPS Hotéis e Resorts Grupo incentiva clientes e parceiros a doarem também

Em tempos de coronavírus, muitos estabelecimentos utilizam o momento para promover ações sociais. Doações de alimentos, cestas básicas e diversos itens de higiene são algumas das práticas desenvolvidas pelo segmento hoteleiro. Sensibilizado pela causa, o GPS Hotéis e Resorts também faz sua colaboração.

Mesmo com os dois hotéis do grupo fechados, o Porto Seguro Praia Resort e Porto Seguro Eco Bahia Hotel, a rede realiza doações para auxiliar a comunidade em seu entorno. Em Porto Seguro, o auxílio foi  de quase duas toneladas de alimentos e produtos da cesta básica, diretamente para famílias e instituições sociais da cidade.

Richard Alves, diretor executivo do grupo,  compreende que  “neste momento, quando muitas pessoas não podem trabalhar, especialmente em Porto Seguro, onde praticamente toda a população sobrevive direta ou indiretamente do turismo, essa foi uma forma de ajudarmos a amenizar temporariamente esse problema da falta de alimentos em casa”.

Guto de Paula,  diretor geral, complementa ainda que “nesse momento de grandes desafios entendo que nossas empresas, que também atravessam dificuldades, precisam ajudar o próximo e a comunidade que está em volta dos nossos empreendimentos e que sempre nos acolheu tão bem”. Ele informa que está sendo desenvolvida ainda uma nova campanha, em que os próprios clientes dos hotéis também serão convidados a dar a sua parcela de contribuição com a cidade.

GPS Hotéis e Resorts: operações

Quanto ao período, Guto enfatiza que os empreendimentos são bem sucedidos no mercado e graças aos esforços da equipe e aos parceiros do trade. “Entretanto, sozinhos, nosso alcance na realização de campanhas de ação social seria menor. Por isso decidimos elaborar um projeto de solidariedade envolvendo os próprios viajantes, que voltarão em uma data futura. Quando tudo estiver bem, eles serão convidados a contribuir com nosso destino, que muitas pessoas do Brasil tanto amam”.

Com as operações suspensas desde de março, o grupo organiza-se para conter demissões utilizando recursos disponibilizados pelo governo para fazer a compensação praticamente de quase toda a diferença. Guto explica que estão “buscando preservar os empregos e em relação ao quadro mínimo que está trabalhando estamos tomando todos os cuidados e seguindo as recomendações dos órgãos de saúde, como uso de máscaras, álcool gel e respeito ao distanciamento mínimo. E a reabertura está sendo organizada para acontecer dentro de protocolos ainda mais rigorosos de saúde”.

(*) Crédito da foto: Divulgação/GPS Hotéis e Resorts

Comentários