Grupo Iberostar cria Conselho Médico para o combate ao coronavírus

Grupo Iberostar Equipe atua ao lado do escritório de sustentabilidade

Como plano de desenvolvimento e prevenção no combate ao coronavírus, o Grupo Iberostar anunciou a criação de um Conselho Médico Consultivo. Consolidando sua atuação como parte de um turismo responsável, a rede busca fortalecer estratégias a longo prazo com políticas de sustentabilidade e economia circular.

“Como empresa internacional de hospitalidade, as pessoas e o meio ambiente sempre foram uma prioridade para o Grupo Iberostar. Enfrentamos novos tempos e precisamos de novas soluções para promover políticas de economia circular neste cenário. Somente empresas resilientes capazes de enfrentar esses desafios poderão competir ”, afirma Sabina Fluxá, vice-presidente e CEO.

Composto por especialistas em saúde pública e segurança no setor de turismo, o Conselho trabalha em conjunto com o escritório de sustentabilidade da empresa alinhados com seus principais executivos e gerentes operacionais. O time conta com a atuação do Dr. Sebastián Crespí Rotger, fundador e presidente da consultoria Biolinea Internacional.

Grupo Iberostar: nova realidade

A equipe de especialistas chega com a missão de adaptar a rede à uma nova realidade criada pela pandemia, auditando protocolos de saúde e segurança e projetando medidas para garantir o bem-estar de clientes e colaboradores. As iniciativas seguirão as diretrizes fornecidas pelas autoridades públicas e instituições de saúde, obedecendo ao modelo de turismo responsável.

O Dr. Sebastián Crespí possui uma carreira sólida e estabelecida como especialista e pesquisador de doenças infecciosas em ambientes turísticos, e será acompanhado por outros renomados especialistas em virologia e epidemiologia. Biólogo e doutor em farmácia, ele colaborou recentemente com a OMS (Organização Mundial de Saúde) na preparação do guia provisório "Considerações operacionais para a gestão do Covid-19 no setor de acomodações". Sua carreira profissional se concentrou no estudo da saúde pública e na pesquisa de higiene da água e doenças infecciosas na indústria do turismo.

Outras redes como Accor, Hilton e Marriott estabeleceram protocolos rigorosos de limpeza para combater a pandemia também ao lado de especialistas de saúde.

(*) Crédito da foto: impulsq/Unsplah

 

Comentários