Guarany Eco Resort apresentou 40% de taxa de ocupação no 1º trimestre

Guarany Eco Resort- primeiro trimestreSantos: Resgatamos um público antigo do Guarany Eco Resort

Reaberto há um ano e meio, o Guarany Eco Resort, localizado em Monte Sião (MG), fechou o primeiro trimestre com taxa de ocupação de 40%. Ao contrário do destino, o hotel tem sua alta temporada no verão, onde as temperaturas elevadas permitem aos hóspedes aproveitarem a estrutura. 

“No primeiro trimestre sofremos com as enchentes em São Paulo, nosso maior emissor de público”, explica Sérgio Santos, gerente comercial do empreendimento. De acordo com o profissional, para o segundo semestre as reservas estão quase 100% fechadas ainda em abril. 

Com público de classe média alta, a diária do resort gira em torno dos R$ 784. Após dois anos fechado para reformas, o Guarany reabriu há um ano e meio. “Resgatamos um público antigo que frequentava o hotel antes das obras”, revela Santos.

Guarany Eco Resort: infraestrutura 

Com a estrutura 100% repaginada, o empreendimento dobrou o número de acomodações, passando de 33 para 66 quartos. Áreas de esportes e lazer com quadras de tênis, piscinas abertas e aquecidas, campo de futebol, sala de ginástica e trilhas ecológicas compõem o Guarany Eco Resort.

Há mais de 20 anos em operação, os sócios investiram R$ 15 milhões nas obras do hotel. Segundo Santos, este ano o empreendimento pretende focar em passeios escolares do estudo do meio, eventos da terceira idade e corporativos.

Para 2021, o Guarany está com um projeto de construção de 40 chalés, expandindo a capacidade de acomodação do resort. 

(*) Crédito da foto: Nayara Matteis/Hotelier News

Comentários