Hard Rock lança mais um projeto no Brasil e terá resort no Ceará

Hard Rock LagoinhasProjeção mostra como deve ficar o hotel da Hard Rock no Ceará

A praia da Lagoinha, no litoral cearense, foi a região escolhida pela rede Hard Rock para desenvolver seu novo projeto no Brasil. A empresa estima em quatro anos a realização das obras e inícioda operação do empreendimento.

O projeto, conforme informa a rede, conta com 227 quartos e 174 unidades residenciais. A realização do complexo fica por conta da VCI (Venture Capital Investimentos), fundo que trouxe a marca para o mercado brasileiro.

A propriedade escolhida para a construção fica a 100 quilômetros de Fortaleza. Ela recebeu o nome devido às lagoas de água doce naturais ali existentes. "O hotel foi planejado para proporcionar lazer e diversão aos hóspedes de todas as idades, valorizando o que há de mais bonito na região", pontua Samuel Sicchierolli, fundador, acionista e CEO da VCI.

O público corporativo e as conferências empresariais também tem vez no complexo. A estrutura para eventos é montada sobre uma área de 1,3 mil m². "Haverá ainda um heliponto, com o objetivo de proporcionar maior conforto e comodidade aos hóspedes", diz Sicchierolli.

As marcas registradas da rede, já conhecidas fora do Brasil, estarão presentes no resort cearense. A estrutura contempla Rock Spa, Lobby Bar, Grab N' Go, um Body Rock Fitness Center e uma Rock Shop. Para os amantes do rock n' roll, será construída uma praça inspirada no lendário Festival de Woodstock, com pontos para fotos.

Parceria Hard Rock e VCI

Por meio do contrato firmado com a Hard Rock Hotel Brasil, a VCI ficou responsável por controlar a entrada e os investimentos para trazer a empresa ao Brasil. Entretanto, toda a operação da marca aqui fica diretamente a cargo da rede americana. A Hard Rock possui US$ 4,7 bilhões de faturamento e está presente em 177 países.

Antes de anunciar o projeto no Ceará, a Hard Rock já havia antecipado um empreendimento em Caldas Novas (GO), Brasília (DF) e Itapema (SC).

* Imagem de capa: divulgação/Misasi Relações Públicas

Comentários