Hotel Renar (SC): natureza e conforto na Terra das Maçãs

Bem vindos ao Hotel Renar! (fotos: Juliana Bellegard)
Há quase 30 anos, os irmãos René e Arnoldo Frey, que então tinham diferentes negócios na cidade de Fraiburgo, precisavam de um local para acomodar seus visitantes. Surgiu, então, a primeira ideia de construir o Renar - batizado com a primeira sílaba dos nomes da cada um deles. Desde sua inauguração, é administrado pela família Ziolkowski, membros da família de Frey. De 1981 para cá, o hotel se estabeleceu como o principal meio de hospedagem da cidade, e também uma das referências na região do Vale do Contestado.
São cerca de 400 km até Florianópolis, 300 km até Curitiba, e o acesso aqui é feito pelas rodovias estaduais. Mesmo assim, o hotel recebe todos os tipos de público, desde hóspedes de lazer (inclusive famílias que já viraram habitués), a grupos de Melhor Idade, eventos empresariais e executivos que vêm à cidade para fazer negócios e buscam um meio de hospedagem diferenciado.
Por Juliana Bellegard*
A influência da cultura alemã, principalmente na arquitetura do hotel, é uma das coisas que chama a atenção no empreendimento. Isso é consequência da origem dos irmãos Frey, que vieram ao Brasil ainda jovens, mas nasceram na região da Alsácia, que pertencia à Alemanha e hoje faz parte da França. Interessante reparar que, como visitamos o meio de hospedagem em dezembro, pudemos ver essa influência germânica também na decoração de Natal. Em todos os cantos do hotel há um detalhe que remete à festa, ao Papai Noel, pinheiros, estrelas, anjos, guirlandas e enfeites variados.
Outro elemento de destaque no hotel e em toda a cidade é a maçã. Fraiburgo é conhecida como a Terra da Maçã, por conta das inúmeras macieiras cultivadas na região. Também a família Frey entrou no negócio de cultivo das frutas, e inseriu o símbolo da cidade em seu empreendimento. Elas estão presentes no cardápio do restaurante, nas amenities, nos presentes dados aos hóspedes, no Apfel Bar (apfel, em alemão, significa maçã). Todos esses detalhes você pode conferir nas fotos feitas durante a visita do Hôtelier News ao hotel.
 Esta é a foto tradicional: a vista do jardim e das varandas
Durante o mês de dezembro, a decoração de Natal invade o empreendimento
Vista lateral do hotel mostra o verde da região. A direita, a entrada para a recepção.
O espaço foi reformado recentemente, deixando o balcão mais próximo das janelas...
 ... quem senta aqui tem uma bela vista para o jardim do hotel
O lobby tem um living para quem quiser bater um papo, ler ou apenas aguardar seu check-in
Ao lado da recepção, um pequeno business center
A área externa é cheia de cadeiras, para que os hóspedes possam aproveitar o bom tempo e relaxar
Daqui é possível ver as varandas: o nosso quarto está ali na ponta do guarda-sol
Verde
A cidade de Fraiburgo é pequena, e o hotel fica em uma área alta, rodeado de verde
É só olhar para os lados! 
O jardim é muito bem cuidado
As "crianças" se divertem no jardim
Ao lado do hotel, a área verde se estende
As hortênsias crescem aos montes em toda a região
Gnomos de jardim
O carrinho, com o logo do hotel, é uma das peças curiosas
 
Descontração
A sala de estar do hotel tem diversos espaços aconchegantes, como este perto da lareira, ideal para os dias de inverno
São diferentes sofás e cadeiras para se acomodar
Revistas para leitura
Quem preferir, pode se acomodar no Apfel Bar e ouvir um pouco de música
Você pode sentar no balcão e pedir um drinque
Esta é a Sala Amarela. Ela fica na segunda ala do prédio, e também é um espaço de convivência
Nas paredes, fotos contam a história da cidade e do hotel
RENé e ARnoldo Frey. No centro, as esposas de ambos.
Acomodações
O Renar possui 60 acomodações, divididas em Apartamentos Superiores, Luxo, Família e Suítes. Todas as UHs possuem internet wi-fi, calefação (para amenizar o friozinho serrano), TV a cabo, ventiladores. Algumas delas têm varanda de frente para o Lago das Araucárias - a melhor vista do hotel!
Corredor do primeiro andar
Este é o nosso!
Mimo de boas vindas: maçã desidratada e
um vidrinho de geleia de maçã
Este é um apartamento Superior, com piso de madeira. Em alguns, o carpete foi mantido
 De um lado, a mesa de trabalho. Do outro, uma cadeira próxima da varanda
A TV fica no canto da parede
A varanda do quarto, fotografada em um dos dias de sol
O hotel ainda usa as antigas chaves - e não cartões magnéticos
O armário tem travesseiros e cobertas extras
Ao lado do armário, o frigobar e o maleiro, com alguns snacks
 No frigobar, opções de bebidas
Ao lado do telefone, o cardápio do room service
Os dois lados do banheiro. Embaixo da pia está a calefação, para garantir o banho quentinho
Os amenities também têm cheiro de maçã!
Cada uma das suítes tem decoração diferenciada, além de levarem nomes de flores
Esta, por exemplo, é a Hortênsia
A Azaleia tem decoração trabalhada em tons claros
E também um banheiro amplo, claro, com banheira
 A suíte Colonial, como o próprio nome sugere, tem todos os móveis neste estilo
O mobiliário, que foi renovado, pertencia a René Frey
Na suíte Amor Perfeito, detalhes como o espelho e as flores junto com os amenities fazem a diferença
Este é o apartamento quíntuplo! Este pequeno corredor dá acesso aos dois quartos
Um deles acomoda o casal; o outro, filhos e o resto da família
 O apartamento Luxo faz parte da chamada ala "400"
 Nela, todos os apartamentos são decoradas com móveis da fábrica Renar
Por fim, a suíte mais bacana (na modesta opinião da repórter): a Ecológica
Com aspecto de chalé, tem lareira e uma sala grande
 O quarto é amplo e tem uma varanda (com espreguiçadeiras!)
Ainda no quarto, um pequeno living
Gastronomia 
 Este é o salão principal do restaurante
É possível fazer uma refeição apreciando a vista do lago
Sim, estamos na Terra da Maçã, e por isso, ela está presente do cardápio do Restaurante das Estações. Aberto ao público e também aos hóspedes do Biz Hotel Business - empreendimento voltado para o público corporativo que fica atrás do Renar -, serve um café da manhã em estilo buffet, almoço e jantar à la carte ou buffet, dependendo da movimentação do hotel, e o café colonial.Tem capacidade para acomodar até 250 pessoas, sendo dividido em três salões diferentes. O principal fica aberto sempre, e o Primavera e o Outono abrem conforme a movimentação do restaurante. Aos domingos, por exemplo, mesmo com pouca ocupação do hotel, o local recebe a visita do público da região, que vem aproveitar o almoço.
A mesa do café da manhã
Iogurtes, cereais e sucos, inclusive de maçã
Algumas frutas...
... inclusive maçãs
Pães variados
Frios para acompanhar
  Mel, doce de leite e geleias de frutas, inclusive de maçã
Uma varidade de chás para todos os gostos
Inclusive um chá natural de maçã, feito no próprio hotel
Por fim, tortas de maçã. A da direita é a tradicional Torta Renar
Quando o almoço e o jantar são servidos a la carte, o restaurante oferece um buffet de saladas como acompanhamento
Salada de maionese com maçã
 Salada de tomate com queijo branco
Ovos de codorna, molhos, frios e cebola em conserva complementam as saladas
As opções dos pratos a la carte incluem Filé Chateaubriand
Truta com champignon
E Filé de frango com purê de maçã
 A mesa de sobremesas também é tentadora
Serve, inclusive, maçãs em calda
Eventos e Lazer
Como recebe eventos de diversos portes, grupos de empresas e convenções, o hotel possui espaços moduláveis. O salão maior acomoda até 350 pessoas, tem um palco com tela para projeção, e pode ser dividido em até seis salas independentes. Há ainda uma sala de reuniões menor e outra em formato de auditório. Para os eventos sociais, usam-se o grande salão e um espaço no jardim, perto dos pinheiros - ideal para cerimônias ao ar livre.
O hotel tem um grande salão de eventos
É possível acomodar grandes conferências
Ou usar os trilhos no teto para dividir o salão em espaços menores
Há também uma sala de reuniões...
... e um pequeno auditório
  Este espaço, todo em vidro e instalado no jardim, acomoda alguns eventos sociais como casamentos
As áreas de lazer também foram feitas pensando na diversidade do público do Renar. Além das salas de convivência e o grande espaço verde, o hotel conta ainda com salões de jogos, sala de televisão, playground, piscinas aquecidas para adultos e crianças, saunas seca e a vapor. E, para quem vai embora, o hotel ainda tem uma lojinha com vários souvenirs - e muita coisa de maçã! - para o hóspede levar o sabor de Fraiburgo para casa.
Para o tempo livre, o hotel oferece uma sala de jogos
Uma sala para assistir TV
 E um espaço com pebolim, pingue-pongue, sinuca e alguns jogos de tabuleiro
A casa de bonecas é uma das coisas que os hóspedes mais guardam lembrança.
O parquinho fica ao lado do jardim 
As crianças curtem brinquedos tradicionais como os balanços, gangorra e, claro, o gira-gira
Aqui é o espaço para curtir o sol - pena que não demos sorte!
Antesala da sauna a vapor
A sauna seca...
... sauna a vapor e a ducha
As piscinas são todas aquecidas, para que o hóspede possa aproveitá-la durante todo o ano
Enquanto os adultos ficam na piscina maior, há uma menor e mais rasa para as crianças
Para quem quer levar uma lembrancinha de sua viagem, a lojinha é o lugar ideal
Alguns dos produtos vendidos
Destino: Fraiburgo e região
Fraiburgo é uma cidade que faz parte da Rota da Amizade, junto com Videira, Treze Tílias, Tangará, Piratuba, Joaçaba e Frei Rogério. Os turistas que vem para cá raramente ficam somente em um dos destinos, aproveitando para conhecer dois ou três outros municípios.
O interessante desta região é a diversidade de atrações e culturas. Enquanto Fraiburgo oferece opções de turismo de aventura e, claro, a visita aos pomares, cada uma das outras cidades têm um atrativo específico: vinhos, uma colonização europeia tradicional, artesanato, visita a igrejas, águas termais. Conhecemos alguns desses locais, mais próximos ao hotel.
Portal de Fraiburgo dá boas vindas ao visitante
A Casa do Turista oferece informações sobre os passeios na cidade e na região
Um deles é a trilha feita no "Jagunço" pela Floresta René Frey
É possível ver a extensão dos pomares. Na época da colheita, o visitante também pode levar algumas maçãs para casa
 Vimos também a araucária gigante. Pela foto é difícil perceber seu real tamanho, mas ela é gigante mesmo!
A igrejinha, construída com madeira local, fica no meio do parque
Uma das cidades que visitamos foi Videira. Aqui, a igreja matriz
Uma curiosidade: esta é uma das poucas igrejas Católicas que tem, em seus afrescos, a representação do bem e também do mal, na figura do diabo
Outra atração da cidade é o observatório. Moderno, ele conta com imagens feitas por seus telescópios e softwares desenvolvidos pela Nasa para observar o céu
A última visita foi à Vinícola Santa Augusta
 Com a proposta de ser uma vinícola-boutique, oferece uma linha de vinhos finos
Esta é uma miniatura de Treze Tílias, que fica no Parque Lindendorf
Aqui, é possível comer uma verdadeira refeição austríaca, ver a natureza e até alguns animais
O Parque do Imigrante reflete a origem austríaca da cidade: a plataforma ao fundo não  só tem as cores da Áustria, mas também o formato do país
 
Muitos escultores vivem aqui, e mostram seu trabalho em locais públicos: à esquerda, a igreja. A direita, o presépio em frente a Prefeitura
 Para encerrar a viagem, visitamos a Vinícola Panceri
Muito tradicional na região, tem duas linhas de vinhos diferentes: vinhos finos e de mesa. Para agradar todos os gostos. 
Serviço Hotel Renar Av. Beira Lago, 150 Fraiburgo - SC 49 3246-9000 0800 643 7222 reservas@hotelrenar.com.br www.hotelrenar.com
*A equipe do Hôtelier News viajou a convite do Hotel Renar.

Comentários