Hoteleiros e lideranças políticas gaúchas promovem encontro em favor do destino Porto Alegre

Aproximação e diálogo entre o legislativo e o executivo sobre projetos fundamentais para a capital gaúcha. Esses temas centralizam os debates no café da manhã promovido pelo Sindha (Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região), na sede da entidade.

No evento, estiveram presentes Nelson Marchezan Júnior, prefeito de Porto Alegre; Valter Nagelstein, presidente da Câmara Municipal; e Carlos Schmidt, presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre e conselheiro da Rede Plaza. Além deles, 16 vereadores participaram do encontro, no qual foram discutidas propostas para a cidade. Entre elas, estão a revisão da planta do IPTU, a autorização para Parcerias Público Privadas (PPPs) e ações em prol de moradores de rua.

Henry Chmelnitsky, presidente do Sindha, enfatizou a importância da união de esforços em prol do turismo. "Temos que estar lado a lado, trabalharmos juntos. Essa é a bandeira que o Sindha levantou para este ano. E os dois poderes têm que encarar os problemas juntos. Separados não vamos a lugar nenhum", afirmou.

Porto Alegre: privatização é solução

Já o prefeito de Porto Alegre destacou a importância de uma completa reestruturação para a cidade, principalmente pelo fato do Município estar impedido de obter financiamentos internacionais após o anúncio do rebaixamento no índice do Boletim de Finanças dos Municípios do Tesouro Nacional, caindo do grau B para o C.

"Porto Alegre está falindo e só há uma saída que é praticada em diversos lugares do mundo", disse, referindo-se à privatização. O chefe do executivo municipal complementou que se 10% das entidades se mobilizassem para propor melhorias, todo o trabalho de diálogo e resolução de problemas se tornaria mais fácil, pois estaria dando espaço ao coletivo e aos interesses da população de Porto Alegre.

* Crédito da foto: Pixabay/jraffin

Comentários