Hyatt Hotels quer levantar US$ 1,5 bi com venda de ativos até 2022

Mark Hoplamazian - Hyatt HotelsHoplamazian esteve com investidores semana passada 

A Hyatt Hotels divulgou, durante evento com investidores em Nova York, detalhes da sua estratégia de crescimento no longo prazo. Parte desse plano, revelada semana passada, está ligada à venda de ativos da empresa. O objetivo da rede norte-americana é levantar US$ 1,5 bilhão até 2022.

Durante a apresentação, a Hyatt Hotels detalhou os três pilares do plano de crescimento. São eles: expansão do portfólio; criação de experiências personalizadas aos hóspedes; melhora e diversificação da geração de receita.

A estratégia guarda similaridades com o que foi implementado pela Accor em 2018. Ao se tornar minoritário na AccorInvest, a empresa se capitalizou para fazer aquisições, expandir o portfólio e criar ações de relacionamento com hóspedes e proprietários. Em 2018, a receita da rede francesa subiu 16,9% em 2018, somando € 3,6 bilhões.

Hyatt Hotels: estratégia

Para chegar lá, de acordo com a apresentação, a companhia visa maximizar seu core business, integrar novas plataformas e otimizar a utilização do capital. Além disso, espera-se gerar mais lealdade dos clientes e melhorar o desempenho operacional da companhia.

"Estamos focados em uma estratégia centrada na personalização da experiência do cliente", disse Mark Hoplamazian, presidente e CEO da Hyatt Hotels Corporation, durante o encontro com investidores, em Nova York. 

Hoplamazian destacou que a empresa tem como desafio expandir de forma consistente nos próximos anos para vender os ativos em boas condições. “Acreditamos que nossa estratégia vai nos permitir sustentar um crescimento de receita. Nosso foco contínuo será na entrega de excelentes resultados financeiros para os proprietários de hotéis. Isso vai possibilitar que a Hyatt sustente a expansão do portfólio no futuro”, finaliza.

(*) Crédito da capa: TheDigitalWay/Pixabay

(**) Credito da foto: Divulgação/Hyatt Hotels

Comentários