Iberostar Bahia: o embrião do complexo espanhol no País

iberostar-bahia-aerial-view-1 Vista do complexo de lazer da rede Iberostar Hotels & Resorts (foto: divulgação)

O município de Mata de São João está situado no litoral norte da Bahia, na região metropolitana da capital do Estado, conhecida como Grande Salvador. Agraciado com 28 quilômetros de praia, a grande diversidade natural cria um cenário de belas paisagens formado por lagoas, riachos, dunas e manguezais, além das áreas que conservam vegetação da Mata Atlântica, com diferentes espécies de plantas e animais.

Este patrimônio baiano se estende até a Costa do Sauípe e começa na Praia do Forte, destino escolhido pela rede espanhola Iberostar para a construção do seu primeiro resort em terras nacionais. Inaugurado em 2006, o Iberostar Bahia foi um dos empreendimentos responsáveis por popularizar o sistema all inclusive no País. Logo na abertura, devido parceria firmada com a operadora CVC e os preços inferiores aos da concorrência, era esperado que a unidade influenciasse os valores praticados no mercado. Desde então, o Hôtelier News acompanha a evolução do meio de hospedagem que hoje se tornou um amplo complexo de lazer no Nordeste, com serviços que incluem spa para crianças - com direito a pedicure e manicure infantil -, e escola de surfe. *Por Priscilla Haikal

ibero bahia A imponente entrada do Iberostar Bahia (fotos: Priscilla Haikal)

O resort A grandiosidade das instalações impressiona. Na entrada, duas altas estátuas representando orixás dão boas-vindas ao visitante. A referência à cultura baiana continua em outros ambientes, mas não há um predomínio temático que defina a decoração do hotel. O hall faz juz à amplitude da construção. Com pé direito altíssimo, alguns vasos, sofás e poltronas ajudam a preencher o espaço. No começo é difícil acostumar-se com as distâncias. Na caminhada até o apartamento, o hóspede passa por vários corredores e áreas de convivência. O que diminui a ansiedade da chegada é a beleza dos pisos e a imponência dos lustres, alguns vindos da Espanha, que denotam influência mediterrânea na ambientação. A dica para desfrutar bem a estadia é esquecer a palavra pressa e aproveitar para desconectar-se do mundo, tarefa facilitada pela ausência de conexão wi-fi nas dependências. Acesso à internet, somente no lobby e nos quartos, sendo necessário pagar pelo serviço. Também não tenha medo de se perder. Os funcionários já estão habituados com a falta de direcionamento correto dos clientes. Não é pra menos. São 632 apartamentos, distribuídos em três edifícios de três andares, quatro restaurantes, seis bares - incluindo anfiteatro com cerca de 600 lugares -, centro de convenções, campo de golfe de 18 buracos, seis piscinas, sendo duas infantis, e duas copas para bebês. Detalhe que esta é apenas uma parte do complexo. Em 2008 entrou em operação mais um resort, o Iberostar Praia do Forte, que possui 536 apartamentos, cinco restaurantes, quadras de tênis, piscinas, spa, campo de golfe, entre outros. Apesar de fazer parte da estrutura, os turistas hospedados no Iberostar Bahia não têm acesso à esta segunda unidade. A&B Tem para todos os gostos. A variedade das opções, além de agradar diferentes tipos de público, pretende evitar que os turistas enjoem do menu durante a estadia. O restaurante bufê Meu Rei é o principal do empreendimento e o único a servir todas as refeições. Com capacidade de aproximadamente 700 lugares adaptáveis, oferece pratos regionais e receitas da culinária internacional. Às terças-feiras acontecem festivais temáticos, que mudam conforme a semana. A partir das 12h começa a funcionar o restaurante Coqueiro, servindo bufê no almoço e à la carte no jantar, com destaque para a variedade de carnes. O Mare Nostrum é especializado na cozinha mediterrânea e o Sakura oferece show cooking (refeições preparadas na frente do cliente) de comida japonesa. 

sobremesaiberoBolo de mamão e rocambole de damasco são algumas das sobremesas

O hotel ainda conta com o snack bar La Palma, que serve lanches, saladas e frutas, o lobby bar Abaeté, e o Havana Bar & Charutaria. Este último, por ser pouco frequentado, pode ser tido como um refúgio dentro do resort. Com quadros em preto e branco na parede, lembrando imagens da década de 40, possui pisos e móveis de madeira, e estofados de tons escuros, que ajudam a criar um ambiente intimista e de ares noturnos. Perfeito para um carteado no final da tarde ou um bom drinque ao cair da noite. O bar teatro Itapuã recebe shows musicais e fica aberto até a meia-noite, e o bar Ballada, especializado em sons nacionais, funciona até as 3h. UHs As acomodações se dividem em 562 apartamentos duplos - seis adaptados para pessoas com deficiência -, 68 suítes juniores e duas suítes presidenciais. Os quartos são decorados com cores vibrantes, presentes nas cortinas, nos estofados e na roupa de cama. A combinação de roxo, azul, vermelho, amarelo e laranja dão uma atmosfera quente ao quarto, suavizado pela amplitude do espaço, e pelos tons claros das paredes e do piso.

Lazer

piscina_ibero Piscina que abriga o bar molhado, onde há música e atividades durante o dia (foto: divulgação)

Além de quadras esportivas para a prática de tênis, vôlei e futebol, também é possível fazer aula de dança e aeróbica. Aos que não perdem o pique durante a folga, são indicadas as piscinas com agito - leia-se música alta, bar molhado e atividades o dia inteiro -, havendo também a opção de um mergulho mais tranquilo, como é o caso da piscina localizada próximo à praia. 

Serviço www.iberostar.com

*A repórter do Hôtelier News viajou à Bahia a convite da Visual Turismo  

Comentários