Intercity BH Expo (MG) quer ressignificar ambiente com intervenções artísticas

Intercity BH EXpo - intervenções artísticasA primeira obra do hotel é assinada pelo artista local Ataide Miranda

O Intercity BH Expo, em Belo Horizonte, inaugura na próxima semana um espaço dedicado a ações artísticas. A faceta cultural do hotel mineiro ganha notoriedade com um grande painel, de 122 m², que será exposto na entrada do hotel. A intenção da administração é ressignificar os espaços do meio de hospedagem valorizando manifestações culturais e de arte. 

O desejo de inovar foi o que motivou a ação. A obra de estreia foi concebida por Ataide Miranda, artista plástico da capital mineira. 

De acordo com André Bekerman, gerente geral do Intercity BH Expo, a escolha do artista ajuda na intenção do hotel com a iniciativa. Segundo o executivo, a opção por Ataide Miranda complementa a proposta de ressignificação de ambientes. "Foi um trabalho iniciado há meses e várias ideias foram colocadas em pauta. Buscamos um artista local que tivesse um trabalho expressivo, com obras marcantes e que representasse o nome de Belo Horizonte com maestria", comenta. 

O painel será a maior obra já criada pelo artista, que vê na ação um grande desafio em sua carreira. O desenho traz símbolos característicos de Belo Horizonte. "A ideia é criar um painel atrativo, contemporâneo, bem rico, colorido e diverso, com essa pegada da rua", contextualiza Miranda. "Para fugir do padrão existente hoje na rede hoteleira. A gerência do Intercity me deu liberdade total de criação", acrescenta.

"Belo Horizonte passa por um momento especial em relação com o surgimento de novos espaços culturais. Diante deste contexto, entendemos que o nosso papel pode ser muito mais relevante", pontua o gerente. "Queremos ter aqui um espaço cultural que seja referência em qualidade e diversidade, e que se torne um grande atrativo para a nossa região", completa.

Inspiração do Intercity para as intervenções artísticas

Bekerman argumenta que a utilização da arte para ressignificar ambientes urbanos é uma tendência mundial. "Nova York, Londres, Rio de Janeiro e São Paulo são apenas alguns exemplos de cidades que já convivem com esse movimento permanente", cita. 

A administração planeja alinhar novas parcerias com artistas locais e seguir fomentando esse tipo de manifestação.

* Foto de capa: divulgação/Com Você Comunicação

Comentários