JLL: Accor mantém maior inventário do mercado nacional

jll accor lideraAccor também lidera na lista das marcas hoteleiras, com a ibis

Além dos resultados operacionais da hotelaria brasileira em 2018, o relatório Hotelaria em Números também listou as principais redes atuantes no Brasil. Sem surpresa, a Accor continua como a cadeia hoteleira com maior número de quartos. Produzido pela JLL, o documento também realizou um raio-x dos meios de hospedagem brasileiros. 

A companhia francesa é a primeira colocada na lista de redes, somando 319 hotéis (52.818 acomodações). O número refere-se aos meios de hospedagem que iniciaram suas operações até julho de 2019. Em seguida, aparece a Choice Hotels,  com 73 empreendimentos (11.632 quartos). Completa o pódio a Nobile Hotéis, com 30 hotéis (6.732 habitações). 

Ao ranquear as administradoras, a Accor também toma a liderança, com 209 hotéis (38.912 quartos). Em segundo e terceiro lugar estão Atlantica Hotels (112 empreendimentos e 19.162 quartos) e Nobile Hotéis (52 hotéis e 11.450 acomodações), respectativamente. O trio, aliás, é a concorrência que a indiana Oyo Hotels, recém-chegada ao Brasil, quer bater. A empresa, que já opera em São Paulo e no Rio de Janeiro, tem como meta ultrapassar a rede francesa em número de quartos até o fim de 2020

Entre as marcas hoteleiras com maior presença nacional, novamente a Accor se destaca. A rede francesa tem quatro de suas bandeiras no top 5 (dados compilados até julho deste ano). Em primeiro lugar, aparece a ibis, com 19.067 UHs (unidades habitacionais). Na sequência vêm ibis Budget (8.948 UHs), Mercure (8.518 UHs) e ibis Styles (5.209 UHs). O top 5 é completo com a Bristol, da paranaense Bristol Hotels & Resorts, que contabilizam 4.866 quartos. 

JLL: raio-x hotelaria nacional

Até julho de 2019, o Brasil contava com 10.501 hotéis listados, que oferecem 556.180 apartamentos. Relatório da JLL revelou que, destes, 87,8% estão na hotelaria independente, sendo 35,5% deles com até 20 quartos. Cadeias hoteleiras são responsáveis por 12,2% dos empreendimentos, sendo que 6,4% são geridos por redes nacionais. Ao todo, mais de 205 mil habitações estão nas mãos de empresas hoteleiras.

A soberania da hotelaria independente também acontece no segmento de resorts. Até julho deste ano, o Brasil tinha 118 empreendimentos, que totalizam 28.638 quartos. Entre eles, 54,2% são independentes, enquanto 26,3% são operados por redes nacionais e 19,5% por estrangeiras.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Accor

Comentários