Laghetto Hotéis coloca mais 2 hotéis em operação em Gramado (RS)

Laghetto Hotéis - reabertura em Gramado_Flaviana YamaguchiFlaviana: análise caso a caso vai determinar as reaberturas

Depois de um teste no último final de semana, com resultados considerados satisfatórios, a Laghetto Hotéis vai reabrir mais duas unidades em Gramado (RS). Amanhã (15), o Laghetto Allegro Siena e o Laghetto Vivance Viale se juntam ao Laghetto Stilo Borges, que teve ocupação de 12% no último final de semana. A rede gaúcha tem ainda outras sete unidades da cidade e, pelo que o Hotelier News apurou, só devem retomar atividades a partir de junho.

A prefeitura da cidade gaúcha liberou a reabertura da hotelaria no final de semana passada. A reportagem do Hotelier News está em Gramado há mais ou menos um mês e, de fato, percebeu um movimento maior nas ruas, bares e restaurantes locais. Hotéis também se beneficiaram e, segundo apuração, alguns registraram boas ocupações diante das circunstâncias, na casa de 25% a 30%. Ainda assim, pelo que estabelece o decreto municipal, hotéis só podem colocar à venda 50% do inventário.

“Foi surpreendente: abriu sem reserva e dormiu com 12% de ocupação na sexta-feira (8), incluindo um casal de São Paulo, o que nos pegou de surpresa. A maior parte da demanda era de Porto Alegre, mas recebemos também hóspedes de Santa Catarina”, revela Flaviana Yamaguchi, gerente de Marketing da Laghetto Hotéis. “Agora, faremos uma análise caso a caso para determinar quais hotéis serão reabertos, avaliando a demanda potencial para cada produto, entre outros fatores. Junho é a ideia inicial, mas tudo pode mudar”, completa.

Laghetto Hotéis: crise e retomada

Em 20 de março, decreto municipal vetou o funcionamento de hotéis em Gramado. Com contratos de administração na maioria das unidades, a rede gaúcha renegociou os acordos. “Nossos investidores entenderam a priorização da saúde. Gerimos também um condo-hotel, o Laghetto Stilo Borges, e até em função disso, e também pela sua localização central, foi o primeiro que preferimos abrir”, afirma Flaviana. “Agora, nesse início de retomada, teremos uma unidade de cada uma de nossas bandeiras em funcionamento: Vivance (econômico), Allegro (midscale) e Stilo (upscale)”, acrescenta.

Segundo a executiva, na parte trabalhista, a Laghetto optou por usar banco de horas, conceder férias e suspender contratos, além de ter feito inevitáveis demissões. “Estamos reabrindo mais enxutos, até em função do decreto que limita a oferta de quartos, e tomando uma série de precauções na operação para garantir a segurança do hóspede. Entre elas, café da manhã à la carte ou nos quartos, colaboradores de máscara, restaurantes sem buffet e academia fechada, entre outras medidas”, revela.

No curto prazo, Flaviana diz que a retomada deve ganhar força no Natal Luz, em novembro. “Turismo rodoviário e regional será a saída neste ano. Temos alguma procura para os próximos meses, mas nossa expectativa é que a máquina comece a girar mesmo a partir do Natal Luz”, comenta. “Em paralelo, inaugurações previstas ficam para 2021, caso do Laghetto Golden, que abriríamos em outubro”, finaliza.

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Laghetto Hotéis

Comentários