Le Canton (RJ) é premiado no IV Prêmio Queijo Brasil

Le CantonQueijo Tempéré ficou com a medalha de bronze

Localizado na Fazenda Suíça, em Teresópolis (RJ), a queijaria do Le Canton recebeu um reconhecimento no IV Prêmio Queijo Brasil. Com o queijo Tempéré, o estabelecimento foi bronze na premiação, uma das maiores do queijo artesanal brasileiro. 

A fábrica, comandado por Jhonny Silveira, produz seis tipos de queijos com leite da própria fazenda. A variedade inclui minas frescal de vaca, minas frescal de cabra, queijo temperado, tempéré, Vaccino Romano e caprino. Segundo Mônica Paixão, diretora do hotel, a variedade é o que chama a atenção para a produção.

“Estamos muito animados com o sucesso da queijaria. Os hóspedes adoram esse tipo de serviço e por isso teremos novidades nessa área em breve", comenta. Segundo ela, a fazenda produz 700 litros de leite por semana, o que acaba rendendo 200 peças de queijo no mesmo espaço de tempo.

Le Canton: produção

“Todo leite produzido é analisado pra saber a qualidade do produto. Se estiver bom para a produção, vai para a queijaria, onde é pasteurizado e fica livre de todas bactérias indesejadas. Ao fim da pasteurização, ele é resfriado e fermentado", explica Silveira. 

"Após a fermentação ele coagula. Assim que terminar a coagulação, fazemos o corte da massa, dessoramos e enformamos os queijos. Nessa última etapa, definem-se formato e consistência da iguaria”, complementa.

No caso do terceiro colocado da competição, o Tempéré é um queijo do tipo Boursin, de origem francesa, fresco e pastoso, temperado com azeite e especiarias. A queijaria do hotel também produz geleias artesanais de morango e pimenta, sem a adição de açúcar.

A produção do próprio queijo, desde dezembro de 2012, é uma das facetas do comprometimento com a sustentabilidade que faz parte da cultura Le Canton. O empreendimento foi, inclusive, um dos finalistas na categoria Meio de Hospedagem & Resort no Prêmio Braztoa de Sustentabilidade.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Le Canton

Comentários