LE: pipeline europeu cresce 23% no 2º quadrimestre

le pipelineAlemanha lidera pipeline europeu no segundo quadrimestre

O desenvolvimento hoteleiro na Europa mostrou grande aceleração no segundo quadrimestre do ano. É o que mostra análise da LE (Lodging Econometrics), que aponta aumento de 23% nos projetos de hotéis e de 19% no número de quartos no período quando comparado com o ano anterior. A região fechou agosto com 1.704 projetos (260.111 quartos)

Destes, 819 projetos (128.284 quartos) estão em construção, seguidos de 496 hotéis (76.633 apartamentos) que devem começar a sair do papel nos próximos 12 meses. Em estágio inicial de planejamento, a Europa conta com 389 projetos (55.194 salas), número que representa maior nível histórico para o período.  

De acordo com a análise, taxas de juros baixas e condições de empréstimos flexíveis são os fatores por trás do crescente pipeline. Visto que não é provável que as taxas aumentem tão cedo, tais fatores devem continuar a alimentar o setor. Segundo o LE, as taxas atuais são consideradas importantes para fortalecer as economias em desaceleração e necessárias para compensar outras incertezas comerciais e tarifárias. 

Na primeira metade de 2019, a Europa abriu 213 novos hotéis (28.167 quartos) e a previsão é de mais 192 inaugurações (24.689 quartos) até o final do ano. Como resultado do pipeline em expansão, a previsão de LE para novas aberturas de hotéis continuará a subir nos próximos anos, Para 2020, a estimativa é de 432 novos empreendimentos (60.694 quartos), subindo para 484 (74.220 quartos) em 2021. Caso as previsões se concretizem, o portfólio hoteleiro europeu crescerá 7%.

LE: maiores pipelines

A Alemanha continua liderando o pipeline de hotéis no Velho Continente, com 320 projetos (57.689 quartos). O Reino Unido segue com 280 projetos (40.970 quartos) depois França e Portugal com 184 projetos (22.140 quartos) e 119 projetos (11.733 quartos), respectivamente. Por fim, a Polônia aparece com 85 hotéis em desenvolvimento (13.317 quartos).

Analisando as cidades européias, Londres lidera com 78 hotéis em pipeline (13.632 quartos). Seguida por Paris, com 54 projetos (7.946 quartos) e Dusseldorf, com 52 projetos (10.178 quartos). Lisboa segue com 39 hotéis em desenvolvimento (3.293 quartos) e Hamburgo finaliza o ranking com 32 projetos (6.581 quartos). 

Das cadeias hoteleiras responsáveis pelos maiores pipelines, a francesa Accor bate recorde com 261 projetos (35.183 quartos). Em seguida, a Marriott International conta com 211 hotéis em seu pipeline (34.432 quartos). A Hilton Worldwide segue com 174 projetos (26.887 quartos) e o IHG (InterContinental Hotels Group), por fim, conta com 148 hotéis em desenvolvimento (24.152 quartos). Essas quatro redes globais representam 47% do pipeline da Europa.

(*) Crédito da capa: Lorenzo Cafaro/Pixabay 

(*) Crédito da foto: Ansgar Scheffold on Unsplash

 

Comentários