Lideranças empresariais criam iniciativa para revitalizar Macaé (RJ)

Orla de Cavaleiros - MacaéOrla da praia de Cavaleiros: cidade tenta fugir da recessão

Ao lado de Itaboraí (RJ), Macaé (RJ) talvez seja a imagem perfeita do impacto negativo provocado pela crise na Petrobras na economia fluminense. O município, outrora conhecido como “capital do petróleo brasileiro”, afundou-se em uma recessão que parece não ter fim. A queda na arrecadação dos royalties do petróleo redundaram em muitas placas de aluga-se e vende-se, que se espalharam pela cidade. O movimento da hotelaria caiu, assim como de bares e restaurantes. Lideranças empresariais locais, contudo, não estão paradas.

Instituições representativas do comércio, indústria, turismo e serviços de Macaé se uniram e criaram o evento Repensar Macaé. O encontro pretende debater ações para o desenvolvimento econômico e social do município no curto, médio e longo prazos. 

A ideia é gerar melhor aproveitamento das oportunidades que a indústria de petróleo e gás – matriz econômica local – pode gerar. Outro objetivo é atrair e estabelecer empresas de outros segmentos para a região.

Repensar Macaé

Uma coletiva de imprensa amanhã (22), na Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), será o pontapé inicial do evento. O encontro, por sua vez, será realizado cinco dias depois, no Royal Macaé Palace, na praia de Cavaleiros.

Os interessados em participar do Repensar Macaé podem fazer suas inscrições no https://goo.gl/AmTyxU

(*) Crédito da foto: Moisés Bruno/Macaé Convention & Visitors Bureau

Comentários