Lodging Econometrics: EUA abriu 456 hotéis no 1º semestre

Lodging econometricsNova York é o mercado com o maior número de hotéis em pipeline

A LE (Lodging Econometrics) lançou o levantamento do pipeline americano no primeiro semestre. Nos primeiros meses de 2019, o país teve 456 inaugurações, representando mais 53.527 quartos no portfólio. Ainda esse ano, estão previstos 599 aberturas de hotéis, o que incluirá 66,3 mil quartos no mercado americano. 

Para 2020, a instituição projeta aumento de 10% no pipeline hoteleiro dos Estados Unidos (1161 hotéis/129.531 quartos). Esse crescimento ininterrupto é, na avaliação do relatório Hotel Monitor 2020, um dos motivos para a baixa expectativa na alta de preços dos hotéis.

Em 2021, a expectativa é de 1206 novos hotéis (139.793 quartos), alta de 3,8% em relação a 2020 caso a projeção do ano anterior se concretize. A previsão de 2021, caso aconteça, representará o maior número de abertura de hotéis no ano desde 2009. 

A LE também analisou que 10 mercados americanos receberão 25% dos projetos previstas até 2021. São eles Nova York, Los Angeles, Orlando, Dallas, Atlanta, Nashville, Houston, Washington DC, Miami e Phoenix. 

Lodging Econometrics: maiores pipelines

Com o semestre fechando em junho, cinco mercado do país se destacaram com os maiores pipelines para os próximos anos. Em primeiro lugar, Nova York aparece com 166 projetos em desenvolvimentos (28.231 quartos). Em seguida estão Dallas (162 projetos/19.972 quatos) e Los Angeles (158 projetos/25.428 quartos). 

Logo após, a cidade de Houston aparece com 146 hotéis previstos para os próximos anos (14.998 quartos). E, por fim, Atlanta conta com 130 hotéis em pipeline (17.280 quartos).

(*) Crédito da foto: John Fornander/Unsplash

Comentários