Lodging Econometrics: pipeline americano segue tendência de alta

Lodging Econometrics - pipeline EUAHá 1654 unidades atualmente em construção nos EUA

Estudo da LE (Lodging Econometrics) indica que o pipeline dos Estados Unidos manteve viés de crescimento ao fim de 2018. Com 5530 projetos (669,4 mil quartos), o mercado americano vê o número de aberturas de hotéis crescer 7% em comparação com igual período de 2017.

Segundo a LE, os projetos em estágios iniciais de planejamento continuam a crescer, atingindo o recorde de 1723 unidades e 199,3 mil quartos. O montante significa aumento de 14% e 12%, respectivamente, no indicador se comparado com o ano retrasado. Nessa conta pode-se citar a unidade que Waldorf Astoria Hotels & Resorts, que integra o portfólio da Hilton, anunciou em Miami.

Empreendimentos com início das construções previstas para os próximos 12 meses contabilizam 2153 projetos (55.083 quartos). Já os hotéis em construção alcançaram a taxa de expansão mais alta desde 2008 para o período, com 1654 unidades (215.047 apartamentos).

Dos hotéis em desenvolvimento, as categorias upscale, upper-midscale e midscale apresentaram números recordes. Projetos de luxo e upper-upscale também chamaram atenção pelo crescimento. Para 2019, a LE prevê uma taxa de expansão de 2,2% na oferta da hotelaria americana, com a abertura de 1022 empreendimentos (116.357 quartos). 

Londging Econometrics: análise

O ano passado foi o sétimo consecutivo em que o pipeline americano apresentou crescimento. Segundo analistas da LE, é esperada uma desaceleração dessa expansão nos próximos anos. 

O estudo não apontou indícios de recessão no futuro próximo, mas alerta que os riscos para a economia não são insignificantes. Mudanças no mercado de ações, problemas geopolíticos imprevisíveis e conflitos tarifários podem abalar o setor.

(*) Crédito da capa: 3844328/Pixabay

(**) Crédito da foto: MichaelGaida/Pixabay

Comentários