Lodging Econometrics prevê 61 aberturas em Nova York ano que vem

Lodging Econometrics prevê 61 aberturas de hotéis para 2020 em Nova YorkRegião de Midtown lidera expansão, aponta estudo da LE

A LE (Lodging Econometrics) prevê que, no próximo ano, Nova York será a líder no número de aberturas nos Estados Unidos. Ao todos, 61 empreendimentos devem entrar em operação na cidade, totalizando 8.283 quartos. A Big Apple também lidera neste ano, com um pipeline de 41 unidades abertas e 6.809 apartamentos.

Atualmente, Nova York conta com um pipeline de 155 projetos (26.605 quartos), um dos três maiores dos Estados Unidos. No total, há em construção 102 projetos, que representam uma oferta de mais 17.504 habitações. Além disso, está programado o início das obras de outras 23 propriedades para os próximos 12 meses. Além disso, 30 unidades estão nas fases iniciais de planejamento. 5.464 quartos. 

Lodging Econometrics: Midtown South lidera expansão

As três regiões de Nova York que lideram a expansão hoteleira são Midtown South, com 33 projetos (7.620 quartos); Brooklyn, Bronx e Staten Island, com 28 novos (2.436 apartamentos); e East River, que inclui Queens e Brooklyn West, com 27 (4.499 acomodações). A três áreas respondem por 55% do pipeline da cidade.

Em relação aos projetos já em construção, novamente desponta Midtown South, com 25 hotéis (6.012 quartos). Na sequência, aparece o East River, com 18 (2.925 acomodações), e John Kennedy/Jamaica, com 15 propriedades (2.055 apartamentos).

A nível mundial, a LE havia mostrado que o pipeline global de hotéis atingiu novo recorde no primeiro semestre de 2019, com 14.051 projetos e 2,32 milhões de quartos. 

(*) Crédito da foto: Pexels/Pixabay

Comentários